segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

CÁSSIO: "NÃO É POSSÍVEL QUE O JUIZ SUBSTITUA O POVO."

NO TAMBAÚ DEBATE: Cássio põe em xeque decisão da justiça eleitoral e dispara; “Não é possível que em uma democracia um juiz substitua o povo”
O ex-governador e senador sub-júdice Cássio Cunha Lima (PSDB), voltou a por em xeque, nesta segunda-feira (21), a decisão da Justiça Eleitoral paraibana que cassou, em uma única sessão, o seu mandato de então governador do Estado da Paraíba. O tucano questionou o porquê de nenhum dos juizes que o julgaram solicitou um pedido de vistas para analisar o mandato de um chefe do executivo.
“Um mandato como o meu foi cassado em uma única sessão e nenhum outro juiz teve sequer a iniciativa de pedir vistas”, lamentou.
Para o ex-governador, não é possível que o juiz substitua a vontade do povo.
“Eu fui o senador mais votado nas eleições de 2010, eu não tenho como ser acusado de usar a máquina, pois eu era adversário do governo federal e estadual e não é possível que um juiz substitua a vontade do povo, o povo me elegeu senador, eu mesmo estando na oposição”, ressaltou.
A entrevista do ex-senador foi concedida ao programa Tambaú Debate, na Rádio 102,5 FM Tambaú.

Fonte: Márcia Dias/PB Agora

Um comentário:

juliana disse...

O ex-governador Cássio é brasileiro mesmo, não desiste nunca!