sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

ONDA DE ADESIVOS ALUSIVOS A GRUPOS POLÍTICOS VIRA MODA EM JERICÓ.

Primeiro foi um adesivo falando em renovação, que virou moda nos carros e casas de Jericó. Agora a nova sensação é um outro que tem um tal panelão como motivo. Inclusive esse novo adesivo já é moda também em São Bentinho, onde Batistinha, um dos lideres da oposição ao prefeito Chico Damião, já encomendou um igualzinho.
E olha que a eleição é em 2012. Imagina daqui para lá quantos novos modelos surgirão...
Comparece e analise qual o real e verdadeiro sentido de cada um. E se alguém quiser copiar, adequando-os a política do seu município, o faça.
Eis as novas "vedetes" do "marketing" político de Jericó:

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

VEREADOR JOILTON MONTEIRO DISSE AO BLOG QUE MANTÉM CANDIDATURA E CRER EM REVIRAVOLTA.

O vereador Joilton falou ao blog e disse que é candidato a presidência da Casa Antônio Andrade, apesar de contar com apenas quatro dos nove vereadores.
"CREIO QUE PODE HAVER UMA MUDANÇA NO QUADRO ATUAL DA DISPUTA. TEMOS QUATRO VOTOS, MAS EM CERTOS CASOS QUATRO VENCVE CINCO. EM NÚMEROS É CLARO QUE E INFERIOR, MAS EXISTE TEMPO PARA TRABALHAR ESTA QUESTÃO."
Também disse que de última hora pode não só ser votado, como votar.
"SE ALGUM VEREADOR QUE COMPÕE O GRUPO DE APOIO AO VEREADOR ANDRADE SENTIR QUE DENTRO DO BLOCO QUE FAÇO PARTE TEM ALGUM COLEGA QUE POSSA SER MELHOR CANDIDATO QUE EU, PODEREMOS VOTAR NESTE NOME, SEM PROBLEMAS. A DEMOCRACIA EXISTE PARA ISSO. PARA O BOM SENSO. TEMOS A VEREADORA NEUZIETE QUE É UM EXCELENTE NOME, TAMBÉM."
Questionado se soube de alguma proposta financeira para que A ou B votasse em outro candidato, disse Joilton:
"NÃO TOMEI CONHECIMENTO DESTA PROPOSTA. OS VEREADORES DE JERICÓ SÃO DIGNOS E JAMAIS ACEITARIAM TAL MANOBRA. NÃO CREIO QUE ALGUÉM FOSSE TÃO AUDACIOSO PARA PROPOR UMA NEGOCIATA DESTA ENVERGADURA."
Aproveitando o ensejo, o vereador solicitou um espaço para desejar a todos os habitantes de Jericó, independente de escolha partidária e aos seus pares de legislativo, um feliz ano novo e que todos os anseios e desejos sejam concretizados.

69,2% ACREDITAM QUE DILMA FARÁ UM BOM GOVERNO, APONTA CNT/SENSUS.

17,6% acreditam que a presidente terá um desempenho regular e 6,4%, que Dilma fará um governo péssimo ou ruim

Pesquisa Sensus divulgada nesta quarta-feira pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) revela que para 69,2% da população, a presidente eleita Dilma Rousseff (PT) fará um governo ótimo ou bom. Para 17,6%, a presidente deve ter um desempenho regular e para 6,4%, Dilma fará um governo péssimo ou ruim. Outros 7% dos entrevistados não souberam responder.
Foram entrevistadas duas mil pessoas, em 136 municípios de 24 estados, entre os dias 23 e 27 de dezembro de 2010.
A pesquisa CNT/Sensus também aponta que para 43,7% do eleitorado o Brasil vai se desenvolver muito nos próximos quatro anos, quando 39,8% acham que o país vai se desenvolver apenas um pouco. Para 7,5% o país ficará estagnado, e 9,2% não souberam responder.
Na área social, os resultados são semelhantes: 43% acham que o país vai desenvolver muito na área social; 39,8% acreditam que o Brasil desenvolverá um pouco; 8% avaliam que o país não vai melhorar neste setor, e 9,3% não souberam responder.

Continuidade
De acordo com o levantamento Sensus, a maioria da população, 65%, concorda com a afirmação de Dilma dará continuidade ao governo Lula. Apenas 8,5% acham que a presidente eleita dará continuidade “em parte” aos programas de Lula, enquanto 23% discordam desta premissa. Do total, 3,6% não souberam responder.

Avaliação do ministério
O levantamento CNT/Sensus também quis saber dos entrevistados aprovam ou não os ministros indicados pela presidente eleita, Dilma Rousseff. Para 45,5% os indicados são ótimos ou bons. Para 23,5% as nomeações são “regulares”, e para 7% os novos ministros são ruins ou péssimos. Outros 24,2% não souberam responder.
A Sensus perguntou ainda a quem os entrevistados atribuíam a indicação dos novos ministros, sendo que a maioria, 27,5%, acreditam que partiu do presidente Lula as nomeações. Os que acham que a presidente eleita, Dilma Rousseff, foi a principal responsável pelas indicações somam 24,8%, e os que creditam aos partidos aliados somam 18%. Outros 16,7% acham que o PT foi o principal responsável pela indicação da nova equipe ministerial, enquanto 13,15 não souberam responder.

Reforma tributária é a principal expectativa
A pesquisa revela ainda que a aprovação de uma reforma trabalhista é a principal expectativa dos eleitores para o governo da presidente eleita, Dilma Rousseff. Das duas mil pessoas entrevistadas, 28,7% responderam que a reforma trabalhistas é, das reformas sociais, a mais importante para o próximo governo, enquanto 20,9% elegeram a reforma política como prioridade.
Para 11,5%, aprovar a reforma tributária deveria ser levada como principal desafio do próximo governo; 10,1% escolheram a reforma previdenciária como prioridade; 9,4% apontaram a reforma Judiciária; e 7,4% a reforma agrária. Outros 12,2% não souberam responder.
Quanto o assunto é problemas sociais que devem ser combatidos pelo próximo governo, a questão da saúde pública é a mais citada: 46%. Outros 19,5% acham que a educação pública deve ser a prioridade do governo; 15,1% citaram a violência urbana; 9,2% a geração de empregos; e 3,1% o problema da habitação. Por fim, 2,8% apontaram a precariedade do transporte pública como principal problema a ser resolvido; 1,5% acham que a situação das estradas é o maior desafio; e 1,3% lembraram do saneamento básico. 1,8% não souberam responder.

Fonte: Carol Pires / BRASÍLIA - Estadão.com.br

JOSÉ MARANHÃO É CONVIDADO PARA UMA VICE-PRESIDÊNCIA DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

O governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), foi convidado para assumir uma das Vices-Presidência da Caixa Econômica Federal ligada ao setor de habitação. O mandato dele no Governoo da Paraíba termina neste dia 1º de Janeiro.
José Maranhão ficou de estudar a proposta e dar uma resposta o quanto antes. A indicação de Maranhão à presidente Dilma Roussef partiu da cúpula do PMDB nacional. O cargo foi ocupado anteriormente por Moreira Franco, do PMDB do Rio de Janeiro.
O governador José Maranhão passa o revellion em Joã Pessoa e, no dia seguinte, vai a Brasília para participar da posse da primeira presidente do Brasil, Dilma Roussef.

Fonte: Portal Correio

BANCADA EMPRESARIAL SERÁ QUASE METADE DO CONGRESSO.

Cada vez mais, os empresários resolvem deixar de financiar candidatos para se tornarem eles mesmos representantes da categoria. De acordo com o Diap, no ano que vem, o setor somará 45% de toda a bancada da Câmara e do Senado

Os 513 deputados e os 54 senadores que tomarão posse em 2 de fevereiro vão se dividir em sete grandes bancadas informais, suprapartidárias e com grande influência no Congresso. A maior delas reúne 45% das duas Casas, podendo ser decisiva na reforma tributária e nas discussões de mudanças nas leis trabalhistas. Ao invés de mandar representantes, os empresários resolveram se fazer presentes nos debates que interessam à classe.
Levantamento parcial feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIap) mostra que houve um crescimento significativo entre a legislatura que sai em janeiro e a que entre em fevereiro no número de empresários. Atualmente, a bancada empresarial soma 219 integrantes. Com a eleição de outubro, esse número subiu para 273. São 246 deputados e 27 senadores cuja principal fonte de renda advém dos rendimentos de seus negócios.
De acordo com o estudo, a bancada empresarial eleita em 2010 representa mais de 45% do Congresso Nacional e, separadamente, representa 47,95% da Câmara e 1/3 ou 33,33% do Senado. É formada por donos de grandes, médias ou pequenas empresas, acionistas ou quotistas de conglomerados econômicos, comerciantes ou produtores rurais, além de parlamentares que se autointitulam empresários.
Eles estão presentes em todos os partidos e têm como agenda prioritária a redução da carga tributária, especialmente os tributos que incidem no setor produtivo, a eliminação dos encargos sobre a folha de salários e a flexibilização dos direitos trabalhistas. “Houve um grande crescimento da bancada empresarial. É um número muito significativo. Acho que o que motivou isso foi o crescimento das centrais sindicais, que ganharam todas nas disputas com a equipe econômica, e a possibilidade da reforma tributária”, afirmou o diretor de documentação do Diap, Antônio Augusto de Queiroz, o Toninho.
Para o diretor do Diap, o número de parlamentares identificados com a bancada empresarial representa os mais variados segmentos. Por conta disso, é um grupo heterogêneo. Dessa maneira, os interesses, exceto nas questões trabalhistas e tributárias, podem eventualmente ser conflitantes, especialmente quando se trata de incentivos a determinados setores ou regiões. “A postura do empresariado é mais reativa na questão trabalhista e mais propositiva na questão tributária”, opinou Toninho.
De acordo com o levantamento do Diap, o partido que possui mais representantes na bancada empresarial é o PMDB, com 43. Ele é seguido pelo DEM, que possui 37 parlamentares no grupo, PP (32) e PSDB (24). Entre os empresários de destaque, para o departamento, estão os dois únicos que foram eleitos pelos seus próprios votos ou que atingiram o quociente eleitoral. Anthony Garotinho (PR-RJ), que teve mais de 600 mil votos, e Paulo Maluf (PP-SP), com 497 mil.
Minas Gerais é o estado brasileiro com maior número de empresários eleitos. São 30, contra 28 de São Paulo, um dos estados mais industrializados do país. O Rio de Janeiro ocupa a terceira posição com 21 defensores da agenda patronal. A grande quantidade de empresários eleitos por Minas Gerais também colabora para que o Sudeste ocupe a liderança no ranking de empresários entre as cinco regiões brasileiras. São 84 empresários na região Sudeste, contra 71 na região Nordeste, 37 na região Sul, 28 região na Norte e 26 na região Centro-Oeste. Por gênero, a bancada empresarial é majoritariamente masculina. São 231 representantes do sexo masculino contra apenas 15 do sexo feminino.

Ruralistas
Apesar da bancada empresarial ser a mais numerosa, em alguns casos ela se confunde com outros grupos de parlamentares. Um desses casos é do deputado Paulo César Quartiero (DEM-RR). O parlamentar reforçará duas bancadas na Câmara Federal. Além da empresarial, ele também atuará na ruralista. Produtor de arroz em Roraima, é uma das novidades da Câmara para a legislatura 2011-2014. Outro exemplo é do ex-governador do Mato Grosso Blairo Maggi (PR). Eleito para o Senado, ele é um dos maiores produtores de soja do país.
Quartiero e Maggi são exemplos do crescimento de outra bancada, a ruralista. Dos 160 parlamentares que defendem o agronegócio, 92 são deputados reeleitos e 50 são deputados novos. Para fechar a conta, há ainda 18 senadores, sendo dez atuais com mandato até 2015, seis novos e dois reeleitos que cumprirão mandato até 2019. Na legislatura que se encerra agora, são 120.
Novamente o PMDB tem o maior número de parlamentares dentro do grupo. São 36 peemedebistas, seguidos por 25 do PP, e 24 do DEM. O PSDB está com 22 ruralistas. O PR 15, o PTB 10, e o PDT nove ruralistas.
Outra bancada que cresceu foi a sindicalista. Serão 72 parlamentares na próxima legislatura, contra 62 da atual. A frente evangélica, que havia experimentado uma queda em 2006, voltou a crescer. Tomarão posse, em 2 fevereiro de 2011, 73 parlamentares, sendo 70 deputados e três senadores evangélicos. “Com este número, a bancada evangélica, que tinha sufragado apenas 36 integrantes no pleito de 2006, recupera a capacidade de articulação e negociação dos temas de seu interesse no Congresso”, diz o relatório do Diap.
A bancada da saúde, que é dividida em três áreas, não tem levantamento de integrantes. Porém, segundo o Diap, o grupo perdeu em qualidade e quantidade. São citadas as ausências a partir do próximo ano dos deputados Rafael Guerra (PSDB/MG), um dos coordenadores da Frente Parlamentar da Saúde, que desistiu de concorrer; nem Coubert Martins (PMDB/BA), derrotado na tentativa de reeleição; Jofran Frejat (PTB/DF), derrotado na disputa como vice-governador do Distrito Federal na chapa encabeçada pelo ex-senador e ex-governador Joaquim Roriz; Alceni Guerra (DEM/PR) e Antônio Palocci (PT/SP), que não concorreram.
Assim como no caso da saúde, o Diap não elaborou um levantamento da bancada da educação. Mas afirma que ela manteve sua importância “política e estratégica” no Parlamento. Já para a frente dos parlamentares dos meios de comunicação existe a estimativa de aproximadamente 100 parlamentares defendendo os interesses dos grupos de mídia. A bancada feminina, de acordo com o Diap, “praticamente” manteve sua representação.

Fonte: Congresso em Foco

PRÓXIMOS ALVOS DAS PESQUISAS SERÃO OS MUNICÍPIOS DE SANTA LUZIA E QUIXABA.

MATÉRIA EM INSTANTES.

PRESIDENTE ELEITA PARA O BIÊNIO 2011/12 NA CÂMARA DE VEREADORES DE PAULISTA, TOMA POSSE NO SÁBADO.

A nova chefe do poder legislativo municipal de Paulista para a próxima gestão, tomará posse dia 1º de janeiro, às 08:00 horas. A nova mesa diretora será composta por:
Finoca - Presidente
Possidônio - Vice-presidente
Evandilson - 1º secretário
Cícero - 2º secretário
Após a posse, o grupo de oposição ao prefeito Severino de Orismídio, atual prefeito, ao qual Finoca pertence, haverá de fazer uma comemoração em uma churrascaria do município.
Para completar a alegria do bloco lidera por Carrinho e Pereirinha, a oposição está prestes a receber um novo aliado. É um vereador que até o momento ainda está com o prefeito e esta adesão poderá se concretizar neste mesmo dia. Se isso acontecer, Severino de Orismídio ficará apenas com dois vereadores na bancada da situação.
Pelo pouco que conheço a política deste grupo, essa comemoração pode ser, também, mesmo que "camuflada", a definição, apesar de prematura de Pereirinha para a disputa do pleito 2012.
Que a oposição de paulista está reforçada, isso ninguém pode negar.

RESULTADO DE PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA EM SÃO BENTINHO MOSTRA EQUILÍBRIO NA SEGUNDA COLOCAÇÃO.

São Bentinho teve mais uma pesquisa de opinião pública no dia de ontem e conforme o coordenador do trabalho, o resultado mostrou um grande equilíbrio na segunda posição, na questão pertinente a forma espontânea. Já no quesito estimulado, nada foi expresso, ficando a dúvida no ar. Pelos nomes citado para apreciação popular, pode-se fazer uma previsão de quem liderou esta questão e aqueles que ficaram em segundo e terceiro lugares. Mas não se tem a certeza plena. Por enquanto é só especulação ou melhor dizendo, dedução.

NOVA RODADA DE PESQUISA APONTA NOVIDADES EM JERICÓ.

Após a análise da coleta de dados junto a população, foi visto que o secretário de finanças, Neto se mantém na dianteira visando a sucessão Rinaldo, em 2012. Mas dois novos nomes apareceram com índices surpresos e que é muito para quem não apareceu bem na anterior. Já outra figura de renome, encontra-se em curva decrescente e não é surpresa depois dos últimos acontecimentos.
Os efeitos da vitória de Ricardo Coutinho já podem ser sentidos e a tendência é, dependendo da administração estadual, aumentar a cada consulta popular.
No tocante a gestão do prefeito Rinaldo, caiu em 1,75 pontos percentuais, porém, a rejeição ao seu governo curiosamente também caiu em 5,27%. Este índice que "desapareceu" em aprovação e desaprovação, alojou-se no percentual relativo a regular e não sabe/não opinou.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

RC ANUNCIA RESPONSÁVEIS PELO IDEME, COOPERAR E MAIS DEZ ÓRGÃOS.

RC anuncia Mauro Nunes no IDEME, Claudio Furtado na FAPESQ e Roberto Vital no Cooperar; suplente de deputado também é prestigiado; veja nomes:
Como de praxe, o governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou, via twitter, mais uma ‘leva’ de titulares que vão auxiliar na administração estadual a partir de 2011. Desta vez, o socialista anunciou titulares de 13 órgãos. O primeiro anunciado na tarde desta quarta-feira (29), foi o novo Superintendente do IDEME, que será Mauro Nunes. O escolhido tem em seu curriculo a passagem pela Superintendencia do Sebrae/PB.
Veja todos os nomes
Na FAPESQ, o presidente será o físico, pesquisador e professor da UFPB Claudio Furtado
O Cooperar será coordenado pelo engenheiro Roberto Vital. Na Coordenação da Administração foi escolhido o filho da deputada Socorro Marques, Monaci Marques e na Coord. Planejamento, Demarzinho, ex-prefeito de Varzea.
O presidente da Empasa será o agrônomo José Tavares Sobrinho
O Diretor Superintendente do IMEQ-Pb será o professor da UEPb, Krol Jânio
Na CDRM, o Diretor Presidente será o engenheiro Geraldo Nobre
O Coordenador do Programa Estadual de Politicas de Combate às Drogas será o Pastor João Filho
A FUNESC (Espaço Cultural) será presidida por Lu Maia. A escolhida é atual coordenadora do Casarão 34, da PMJP
O centenário Jornal A União terá como Superintendente Ramalho Leite, que é ex-prefeito de Bananeiras e esposa da atual prefeita Marta Ramalho.
Já o novo superintendente da ESPEP será o professor do Iesp, André Luis
O Superintendente do DER será o "conterrâneo" de Jaguaribe e botafoguense (PB), engenheiro Carlos Pereira de Carvalho
A SUPLAN terá como Diretor Superintendente, o engenheiro Orlando Soares, atual diretor técnico da EMLUR-JP
A Coordenadora do Procon Estadual será a Defensora Publica Klébia Ludgerio Borba
E, para encerrar, a PB-TUR terá como Diretora Presidente, a jornalista Ruth Avelino. O Diretor Adjunto será Antonio Alcantara, que já foi da Funesc

PESQUISA EM SÃO BENTINHO DIRÁ QUEM TEM VOTO PARA PREFEITO E VEREADOR. É A PRIMEIRA DEPOIS DA ELEIÇÃO 2010.

Será realizada amanhã em São Bentinho pesquisa de opinião pública tendo como objetivo a sucessão 2012. É o primeiro termômetro depois da eleição para deputados e governador. A expectativa é saber como a população ver Batistinha após a vitória de Ricardo Coutinho; Naldo de Titico, que tem o apoio do atual prefeito, Chico Damião; Ivan Olímipio, se ainda é aceito e outros nomes.
Os preparativos para a "luta" estão no início e ter noção exata de como está o quadro, é fundamental.

TIRIRICA É INTERNADO EM HOSPITAL DE FORTALEZA.

Deputado federal eleito chegou chegou ao local às 13h desta terça-feira, 28, e precisou tomar soro

O deputado federal mais votado do País, Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR), foi internado na tarde desta terça-feira, 28, no Hospital São Mateus, em Fortaleza, Ceará.
O hospital particular não soube informar se Tiririca havia sido internado para uma operação de apêndice, como reportou o site do jornal 'O Povo'. O hospital apenas confirmou que o deputado estava de fato internado em sua unidade.
Uma jornalista que estava no hospital, conta que Tiririca chegou ao local por volta das 13h e foi para a emergência, onde tomou soro. Segundo ela, houve até alguma comoção entre outras pessoas que estavam no local.
Depois, Tiririca foi levado para um quarto da enfermaria. A jornalista chegou a conversar com o deputado, que se mostrou simpático e tranquilo. Disse acreditar que teria de operar a vesícula.

Fonte: O ESTADÃO.

ESCOLHAS DE RC PODEM GERAR DESDOBRAMENTOS IRREVERSÍVEIS NA CMCG E JP.

Estratégia: escolhas recentes de RC para compor Governo podem gerar desdobramentos irreversíveis nas Câmaras de JP e CG; saiba como!
As recentes escolhas do governador eleito Ricardo Coutinho (PSB) para compor a administração estadual a partir da próxima legislatura já podem ser consideradas como estratégicas. É que a partir da nomeação de alguns auxiliares, desdobramentos irreversíveis podem afetar diretamente os quadros da Câmara Municipal de João Pessoa e também da Câmara Municipal de Campina Grande.
João Pessoa
Com a indicação de Adriano Galdino (PSB) para assumir a Secretaria de Interiorização e o conseqüente remanejamento do 1º suplente, Assis Quintans (DEM), para a titularidade, o 2º suplente, vereador Hervázio Bezerra (PSDB), fica na ‘agulha’ para preencher qualquer lacuna que por ventura venha a ser aberta no legislativo estadual.
É que com Hervazio Bezerra nas mãos, o atual governador poderá, a qualquer momento, convocar um outro parlamentar da coligação para compor o Governo e assim forçar o tucano a assumir o mandato na Casa de Epitácio Pessoa. Caso Hervazio assuma o mandato na ALPB, automaticamente perderá a titularidade na Câmara.
Assim, sem Hervazio na Assembléia e na Câmara, Ricardo eliminaria um dos seus principais e ferrenhos opositores. É valido ressaltar que se o tucano se negar a assumir qualquer lacuna na ALPB, ele também perderá automaticamente o titulo de suplente da coligação, o que deixará Bezerra praticamente em um ‘beco sem saídas’: ou perde a vaga de suplente, ou perde a titularidade na CMJP.
Campina Grande.
Em Campina Grande a situação é um pouco diferente, já que afetaria apenas o suplente de vereador Perón Japiassu, do PT. Depois de ser eleito suplente no âmbito municipal em 2008, o suplente também conseguiu, agora em 2010, uma das suplências no âmbito estadual.
O fato é que Japiassu fez campanha casada com a deputada federal eleita Nilda Gondim (PMDB) e sempre foi um dos defensores do governador Maranhão e do governo Veneziano Vital.
Caso o vereador seja convocado para assumir ‘quiçá’ uma suplência no âmbito estadual, ele também estará excluído automaticamente da CMCG e ficará impossibilitado de voltar a assumir uma cadeira na Casa Felix Araújo. Assim sendo, Perón Japiassu também ficará nas mãos do governo e conseqüentemente em um beco sem saída, pois terá de escolher entre a suplência municipal, cujo prefeito é seu aliado e a suplência estadual, onde poderá assumir no máximo 120 dias e depois sumir do cenário político.
Entendimento do STF
Recentemente entendimento do Supremo Tribunal Federal dava ao suplente do partido e não da coligação, o direito de assumir a titularidade em caso de afastamento. Caso esse entendimento seja posto em prática na Paraíba, Assis Quintans volta para suplência do DEM e Biu Fernandes, do PSB assumiria a vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Agora é só esperar pra ver!

Fonte: PBAGORA.

LULA DIZ QUE DEIXAR A POLÍTICA SERIA O MESMO QUE DEIXAR DE RESPIRAR.

Em sua última coluna “O presidente responde”, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a hipótese de deixar a política, para ele, não existe. “Seria o mesmo que deixar de me alimentar ou respirar”, disse. A coluna, que é publicada em dezenas de jornais de todo o País em resposta a questões enviadas por leitores.
“Eu não posso jogar pela janela a experiência acumulada de fazer um governo que é considerado muito bem-sucedido”, continuou o presidente em resposta ao mesmo leitor. “Quero levar a países pobres, da América Latina e da África, os modelos que nós construímos de combinar o crescimento econômico com políticas eficazes de transferência de renda”.
Lula reafirmou seu compromisso para viabilizar as reformas Política e Tributária e disse também pretender refazer as caravanas da cidadania realizadas entre 1991 e 1994. “Quero verificar o que nós construímos nestes oito anos de mandato, divulgar o que é pouco divulgado, mostrar esse novo Brasil pujante, de gente que passou a se alimentar, que foi integrada à cidadania, esse Brasil que acredita no amanhã”, disse.
Dilma já surpreendeu
Outro leitor perguntou a Lula como Dilma vai surpreender o Brasil. “Acho que a principal surpresa vai ser em relação à sua capacidade de comandar, de produzir, de fazer as coisas andarem, de fazer acontecer. Ela já demonstrou isso ao longo de meus dois mandatos e, se o governo tem hoje altíssimos índices de popularidade, uma boa parcela dessa aceitação se deve ao que ela nos ajudou a realizar”, respondeu Lula.
O presidente acrescentou que Dilma já surpreendeu ao participar da disputa eleitoral, algo inédito em sua vida. “Superou concorrentes de grande experiência, que tinham se dedicado a fazer política durante toda a vida. Ela tem uma grande capacidade de aprender e de se adaptar a situações novas e extraordinárias”, disse, lembrando que Dilma enfrentou a ditadura e foi torturada e também venceu um câncer.
Descascando o abacaxi
Um leitor lembrou ainda que Lula tinha o sonho de ser motorista de caminhão e acabou dirigindo o Brasil, “um enorme caminhão carregado de abacaxis que ele vem descascando com jeito e felicidade”. Lula afirmou ter gostado da comparação. “O abacaxi é uma das frutas mais saborosa que eu conheço. Pois é, o Brasil é isso, um caminhão carregado de coisas muito boas, positivas, cercadas de outras negativas. Felizmente, nós estamos conseguindo iniciar o processo de retirada das cascas e dos espinhos, ou seja, de começar a eliminar as desigualdades sociais e regionais, de acabar com o complexo de vira-latas, de retirar da situação de pobreza dezenas de milhões de pessoas. Estamos impulsionando o que é bom, que é o crescimento econômico e a geração de empregos, e eliminando o que é ruim, que é a exclusão de milhões de pessoas dos benefícios do progresso. E meu governo conseguiu avançar porque contou com o apoio, paciência e aprovação do povo brasileiro”, declarou. “Se seguirmos no bom caminho, de combinar crescimento econômico com inclusão social, em menos de 10 anos seremos a quinta economia do mundo e não teremos mais miséria no País. Para isso, lutei minha vida toda”, concluiu.

Fonte: Jair Stangler/O Estadão.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

COMO NOTICIOU ANTERIORMENTE O BLOG, É MESMO MUITO PUXA E ENCOLHE NA CÂMARA DE VEREADORES DE JERICÓ. MAIS UMA MEXE COM A SUCESSÃO PARA O BIÊNIO 2011/12.

O que foi resolvido na "reunião extraordinária" da Câmara de Vereadores de Jericó, ontem, foi em vão. Depois de aprovarem resolução que anteciparia o pleito, já que o regimento interno define que seja no dia 1º de janeiro, esta decisão durou muito pouco. José Wellington, exímio conhecedor do Regimento, encontrou uma lacuna que tornou ilegal qualquer teor da reunião. O artigo 260 do glossário citado, diz:
"ESTE REGIMENTO INTERNO SOMENTE PODERÁ SER EMENDADO OU REVOGADO, PELO VOTO DA MAIORIA ABSOLUTA DOS MEMBROS DA CÂMARA, NO MÁXIMO, MEDIANTE PROPOSTA:
I - DE 1/3 DOS VEREADORES;
II - DA MESA DIRETORA;
III - DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E REDAÇÃO."
Não tendo sido assinado pelos integrantes, conforme reza o regimento, tal reunião tornou-se sem efeito.
Poderia ser convocada uma nova reunião extraordinária, entretanto, o que diz o artigo 116, inciso 3º:
"AS REUNIÕES EXTRAORDINÁRIAS SERÃO CONVOCADAS PELO PRESIDENTE DA CÂMARA, DENTRO DE 48 HORAS, À PARTIR DO RECEBIMENTO DA SOLICITAÇÃO, E MARCADAS PARA QUALQUER DOS PRIMEIROS 15 DIAS SEGUINTES, DANDO-SE CIÊNCIA À TODOS."
Destarte, não haveria tempo necessário para nova convocação extraordinária, tendo em vista que faltam apenas 03 dias para a data recomendada pelo encarte disciplinar da Casa.
Depois de muita discussão à cerca de quem iria ou vai apoiar alguém, a eleição fica mesmo para a última hora.
ANDRADE X JOILTON MONTEIRO X ASSIS SINFRÔNIO, por que surpresas ainda podem surgir. Cabe ao presidente manter a palavra, conforme seu pai, o velho Sinfrônio sempre manteve e apoiar Andarde. Se palavra valer...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

PREFEITO DE JERICÓ ENTREGA 04 NOVOS VEÍCULOS A POPULAÇÃO.

Na manhã de hoje, o prefeito constitucional de Jericó, Rinaldo Almeida, entregou ao povo quatro novos veículos, sendo dois ônibus e uma doblo que serviram para a educação, no transporte de estudantes e atividades da secretaria, respectivamente e uma doblo para a saúde. Desta forma, Rinaldo contribui para a renovação da frota municipal.
Na cerimônia, funcionários da prefeitura se fizeram presentes e muitos expressaram a necessidade que o município tinha destes veículos.
“Faz muito tempo que a secretaria e pais de alunos almejavam melhoras na qualidade do transporte de alunos,” disse um dos presentes.

CRIADA A UMAJE.
Também em Jericó, durante a manhã no prédio da Câmara de Vereadores, foi fundada a UMAJE, União Municipal dos Moradores, Produtores Rurais e Similares de Jericó. Entidade que terá o objetivo de unir as associações e trabalhar em prol de trazer recursos para todas. A UMAJE teve eleita a comissão provisória, sendo Genebaldo Formiga, presidente; Raimundo Lopes, vice-presidente; Francisco Audaíres, tesoureiro; Damião de França, 1º secretário e os três conselheiros fiscais.
Na próxima reunião será questionado o registro de chapa para a escolha da mesa diretora para o primeiro mandato e eleição para o conselho fiscal e seus suplentes.

FRANKLIN MARTINS DIZ: OPOSIÇÃO AO PROJETO DE REGULAÇÃO DA MÍDIA É RECURSOS PARA EVITAR DISCUSSÃO.

Ao comentar na TV a proposta da Lei Geral da Comunicação Social, que criaria um marco regulatório para o setor de telecomunicação e radiodifusão, o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, disse que o projeto não ameaça a liberdade de imprensa e que oposições a ela são "um expediente para tentar evitar uma discussão".
"Você ter obrigações de conteúdo e ter que cumprir, por ser uma concessão pública, [o fato] existe no mundo todo, em tudo quanto é democracia. Ninguém levanta as mãos para o céu e diz que isso é um atentado à liberdade de imprensa", afirmou o ministro em entrevista ao repórter da Folha Kennedy Alencar no programa "É Notícia" (RedeTV!), exibido na madrugada desta segunda-feira.

Fonte: Folha de São Paulo.

NADA SERÁ COMO ANTES.

Lula não inventou a roda nem começou do zero, mas mudou o País. Quem há de se vangloriar ou se lamentar disso?

Nunca antes na história deste País houve um presidente como Luiz Inácio Lula da Silva. Encerrada sua dupla presidência, nada será igual. O País que ele nos deixa é outro, para o bem e para o mal. Nem melhor, nem pior, simplesmente diferente. Lula fez e desfez, aconteceu, circulou e apareceu, mudou o discurso do poder e o modo como a opinião pública se relaciona com seus governantes, pacificou e articulou os mais distintos interesses sociais, a ponto de sair de cena como uma espécie inusitada de glória nacional. Deixou marca tão forte na política, na administração pública e no imaginário popular que será preciso um tempo para assimilarmos sua ausência.
Lula não teve a grandeza fundacional e paradigmática de um Vargas, verdadeiro artífice do Brasil moderno, que ele forjou mediante um padrão de intervenção estatal e um “pacto” ainda hoje vigentes. Não trouxe o charme nem o dinamismo de JK, com sua fantasia industrializante de recriar o País, fazendo 50 anos em 5. Nem sequer seria justo aproximá-lo de Fernando Henrique Cardoso, cujo refinamento intelectual fazia com que conhecesse a estrutura do País que pretendeu administrar.
Mas Lula foi diferenciado. A começar do estilo. Falastrão, debochado, emotivo, avesso a protocolos e a regras gramaticais, demarcou um território. Líder metalúrgico, filho humilde do Brasil profundo, encontrou uma fórmula eficiente de dialogar com as grandes multidões, valendo-se da exploração de uma espontaneidade que o levou a ser tratado como um brasileiro igualzinho a você, predestinado a promover a ascensão dos pobres graças à magia de uma identificação imediata. Por ter vindo “de baixo” e carregado a cruz do sofrimento, Lula saberia como atender os pobres. A precariedade da formação intelectual e a falta de gosto por leituras ou estudos sistemáticos seria compensada pela percepção intuitiva das carências sociais. Ponha-se nisso uma pitada de sagacidade e se tem a lapidação de um mito.
O estilo Lula de ser presidente caminhou sempre de braços dados com glorificação e a autoglorificação. Foi assim, aliás, que ele abriu caminho no PT. Soube usar a aura que o cercou no final dos anos 70, quando despontou como expressão de um “novo sindicalismo” que irrompia numa sociedade silenciada pela ditadura e disponível para se emocionar com a movimentação dos operários do ABC paulista. Criou-se assim o signo do trabalhador que se impõe a políticos, estudantes e intelectuais para fundar um partido diferente, uma política de outro tipo, um novo discurso, um distinto modo de deliberar e agir. O bordão “nunca antes na história”, na verdade, nasceu ali, colando-se a sua trajetória.
O estilo sempre esteve próximo da egolatria e da autossuficiência, combinadas com uma enorme vontade de agradar a todos. Lula nunca reconheceu erros ou cultivou a modéstia. Sua vida teria transcorrido numa sucessão de eventos positivos, modelados por seu discernimento, seu sacrifício e seu espírito de luta. Outros erraram, companheiros inclusive; ele no máximo foi enganado ou ficou imobilizado por perseguições e preconceitos.
Mas é impossível diminuir o tamanho real do personagem. Num País em que as elites políticas, econômicas e intelectuais, apesar de não terem conseguido governar com generosidade, nunca largaram as rédeas do governo, a irrupção de um metalúrgico no Planalto deve ser compreendida sem ira nem ressentimento. Tratou-se de um fato excepcional, desses que podem efetivamente sinalizar que algo novo começou a trepidar no chão da vida cotidiana.
A chegada de Lula ao poder não foi obra do desígnio divino, nem derivou exclusivamente de seu carisma ou mérito pessoal. Muita gente se empenhou para isso e a operação exigiu algum sacrifício. O PT, por exemplo, trocou sua identidade operária pela possibilidade de projetar um operário na cúpula do Estado. Depois de ter se recusado a jogar o jogo da redemocratização do País, o partido passou a defender as regras formais e informais do sistema político. Afastou-se dos compromissos de esquerda. Depurado de combatividade e eixo, ficou refém de seu mais conhecido expoente. Alguma semelhança com o papel desempenhado por Luiz Carlos Prestes no velho PCB não é mera coincidência.
A estratégia foi auxiliada pelos fatos da vida. Houve o governo FHC, que venceu a inflação e lançou a plataforma de uma sociedade mais educada para a racionalidade econômica e mais sensível à necessidade de centralizar a questão social. Lula beneficiou-se, também, da consolidação democrática, da expansão da economia internacional e do que isso trouxe de espaço para o crescimento da economia brasileira. Tudo ajudou as políticas públicas a ganhar nova preeminência e incluir o combate às zonas de miséria e pobreza que devastam a sociedade.
Exagera-se muito na avaliação que se faz de Lula. Na apreciação do que há de positivo em seu governo, nem sempre se dá o devido valor à equipe técnica e política que o assessorou. O bloco de sustentação e a amplíssima coalizão de interesses que montou não se deveram a uma incomum habilidade de negociador, mas sim à recuperação do Estado como agente, à disseminação de práticas generalizadas de composição parlamentar e a uma “racionalidade” dos próprios interesses, que pactuaram para ganhar um pouco mais ou perder um pouco menos. Uma “nova classe média” apareceu, impulsionada pelas facilidades do crediário, pelos programas de transferência de renda e pela impressionante mobilidade da sociedade. Mas não mudou a face do País.
A presidência Lula se completou com a eleição de Dilma Rousseff, sua maior criação. O “animal político” nascido no ABC mostrou que tem corpo e vontade própria. Já não depende mais de um partido para se afirmar e pode almejar ser fiador do novo governo.
Mas nada é tão simples como parece. Todo governante constrói sua biografia e a lógica da política o impele a buscar luz autônoma. Uma hipótese realista sugere que haverá um suave descolamento entre Lula e Dilma. Disso talvez nasça um governo mais ponderado e equilibrado, capaz de substituir a presença de um líder carismático e intuitivo pela determinação e pelo rigor técnico que são indispensáveis para que se possa construir uma sociedade mais igualitária.
Lula entrou para a galeria política brasileira. Mas não inventou a roda, nem começou do zero. Não fará tanta falta quanto imagina ou imaginam. Sua passagem para os bastidores do sistema, ainda que temporária, poderá propiciar uma lufada de oxigênio na política e na dinâmica social, ajudando-as a adquirir mais espontaneidade e a pressionar por agendas de novo tipo.
Nada será como antes, é verdade, mas ninguém lamentará nem se vangloriará disso.

Fonte: Marco Aurélio Nogueira, professor titular de teoria política da Unesp.

JOILTON MONTEIRO DIZ QUE CRER EM CONSENSO.

O vereador e candidato à presidência da Câmara de Jericó, Joilton Monteiro, disse ao blog politicaemdia2012 que acredita em um acordo entre seu companheiro de bancada Andrade e o grupo de edis que o apoia ao mesmo cargo. Joilton disse também que a situação tem bons nomes e que segundo informações que obteve de uma pesquisa eleitoral que houve à alguns meses, os pré-candidatos citados que fazem parte do bloco que apoia Rinaldo, tem maioria esmagadora e que alguns nomes que se dizem candidatos em 2012, não tiveram nesta pesquisa, percentual considerado nenhum.
" É NECESSÁRIO QUE ACOMPANHEMOS OS ÍNDICES PARA SABER QUEM É QUEM A CADA CONSULTA JUNTO À POPULAÇÃO."
Ao ver do blog, apesar de Monteiro demonstrar tranquilidade, algo de estranho pairou na nossa conversa no que diz respeito a eleição do legislativo.
Andrade, firme na posição de candidato, se diz em paz para esperar o momento da eleição, que já foi definido no dia de hoje, em reunião da Casa Antônio Andrade de Freitas, quando foi aprovada a resolução que antecipou a eleição para amanhã, terça-feira, dia 28 de dezembro, em virtude da posse do governador Ricardo Coutinho, dia 1º de janeiro próximo.

domingo, 26 de dezembro de 2010

EM MÊS SEM TRABALHO, CADA SUPLENTE VAI CUSTAR ATÉ R$ 114 MIL À CÂMARA.

Grupo pode assumir vagas abertas com renúncia dos deputados federais que se tornarão ministros do governo Dilma, se elegeram para cargos no Executivo ou vão para secretarias de Estado e, por isso, terão de deixar o mandato na reta final

Por um mês sem trabalho, um grupo de suplentes de deputado federal terá o que comemorar. Na reta final do mandato, pelo menos 12 suplentes terão direito de assumir o cargo, receber o salário de janeiro, usar verba indenizatória, contratar assessores sem concurso público e usufruir de auxílio moradia. Um detalhe: nenhum precisará trabalhar.
Na ponta do lápis, haverá um gasto de R$ 103 mil a R$ 114 mil com as "férias" de cada um dos suplentes se eles usarem todo o pacote de benefícios a que têm direito. Desde quinta-feira, a Câmara está em recesso, voltando no dia 1º de fevereiro já com a posse dos deputados eleitos em outubro passado.
Mesmo no recesso, os suplentes poderão assumir as vagas que serão abertas com a renúncia de deputados eleitos vice-governadores ou licenciados que assumirão cargos no ministério de Dilma Rousseff ou secretarias de governos nos Estados, além da vaga que será deixada pelo deputado Michel Temer (PMDB-SP), eleito vice-presidente.
A previsão é que as renúncias aos mandatos e os afastamentos aconteçam na próxima sexta-feira, último dia, de acordo com a legislação, para o deputado que for tomar posse em Executivos estaduais ou no federal.
O pacote de fim de ano traz um salário de R$ 16.512,09, verba indenizatória que varia de acordo com o Estado de origem do parlamentar - máximo de R$ 34.258,50, para deputados de Roraima, e mínimo de R$ 23.033,13, do Distrito Federal - e uma verba de gabinete de R$ 60 mil para contratar de 5 a 25 funcionários sem concurso público. O suplente que não usar o apartamento funcional terá ainda o direito a um auxílio-moradia de R$ 3 mil.
Na montagem do futuro ministério, a presidente eleita, Dilma Rousseff, escolheu quatro deputados que terão de se afastar da Câmara para tomar posse no dia 1º: Mário Negromonte (PP-BA), para o Ministério das Cidades, Maria do Rosário, para a Secretaria de Direitos Humanos, Pedro Novais (PMDB-MA), para o Ministério do Turismo, e Iriny Lopes (PT-ES), para a Secretaria das Mulheres.
São Paulo. Na bancada dos que vão se afastar do Legislativo, há ainda o deputado Emanuel Fernandes (PSDB-SP), que assumirá a Secretaria de Planejamento do Estado de São Paulo e, provavelmente, um entre outros três deputados tucanos comandará a Secretaria de Gestão Metropolitana do governador eleito, Geraldo Alckmin. O deputado Geraldo Magela (PT-DF) será o Secretário de Habitação do Distrito Federal. Em pelo menos outro Estado, um deputado será chamado a ocupar secretaria. É dada como certa a ida de Beto Albuquerque (PSB-RS) para o time do governador eleito Tarso Genro.
Quatro deputados se elegeram vice-governadores. Terão de renunciar aos mandatos para a posse no dia 1º. Tadeu Filippelli (PMDB), no Distrito Federal; Jackson Barreto (PMDB), em Sergipe; Washington Luiz (PT), no Maranhão, e Rômulo Gouveia (PSDB), na Paraíba.
Assim que os deputados renunciarem ou se licenciarem, a Mesa da Câmara terá 48 horas, segundo o regimento interno, para convocar os suplentes, o que deverá acontecer em 3 de janeiro. Os convocados terão 30 dias, prorrogáveis com justificativa, para atender ao chamado. Ou seja, se quiserem, poderão usar o prazo e permitir uma economia ao não assumir os mandatos.

Fonte: Denise Madueño/Brasília


RICARDO COUTINHO ANUNCIA NOMES DOS NOVOS SECRETÁRIOS NESTA SEGUNDA - FEIRA.

O governador diplomado, Ricardo Coutinho (PSB) vai anunciar os nomes dos novos secretários nesta segunda-feira (27) a partir das 15h pelo microblog Twitter. As primeiras informações eram de que o anúncio aconteceria às 10h, mas o horário foi modificado. De acordo com a assessoria a mudança ocorreu para que Ricardo Coutinho pudesse ter mais tempo para conversar com os novos secretários escolhidos.
O anuncio continua sendo nas dependências do escritório de transição (antigo Canal 40), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, com transmissão ao vivo pela internet. Até agora, Ricardo Coutinho anunciou os titulares de 14, dos 23 órgãos da administração direta estadual.
Dentre as pastas da administração direta cujos titulares ainda não foram anunciados, restam Procuradoria Geral do Estado e as secretarias de Infraestrutura; Cidadania e Administração Penitenciária; Turismo e Desenvolvimento Econômico; Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente; Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca; Juventude, Esporte e Lazer; Interiorização da Ação do Governo e Articulação Governamental (esta última situada em Brasília).
Já os gestores que irão estar à frente dos órgãos que fazem parte da administração indireta ainda não foram indicados. As pastas são: Aesa, Agevisa, Cagepa, Cehap, Cinep, Codata, DER, Detran, Docas, Emater, Emepa, Empasa, Espep, FAC, Fapesq, Funad, Funecap, Ideme, Imeq, Interpa, Ipep, Jucep, Lotep, PBGás, PBPrev, PBTur, Procon, Sudema e Suplan.
Ricardo Coutinho já anunciou 14 auxiliares do chamado primeiro escalão do Governo (sendo 11 secretarias e mais a Controladoria Geral do Estado, Defensoria Pública e o Comando da Polícia Militar). O governador diplomado também anunciou alguns membros da equipe de segurança pública.

Confira os indicados até agora (Secretarias):
Secretaria Chefe de Governo – Walter Aguiar
Secretaria de Estado de Finanças - Aracilba Rocha / Bonifácio Rocha (Executivo)
Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão - Gustavo Nogueira
Secretaria de Estado da Receita - Rubens Aquino / Petrônio Rolim
Secretaria de Estado da Comunicação Institucional - Nonato Bandeira
Secretaria de Estado de Segurança Pública - Claudio Lima /Raymundo Silvany (Executivo)
Secretaria de Estado da Saúde - Mário Toscano/ Waldson de Souza (Executivo)
Secretaria de Estado da Educação - Fernando Abath Cananéa / Márcia Lucena (Executiva)
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano - Cida Ramos/ Edina Wanderley (Executiva)
Secretaria de Estadual de Mulheres e Diversidade Humana - Iraê Lucena
Secretaria de Estado da Cultura - Chico César
Defensoria Pública - Otávio Gomes de Araújo / Charles Pereira (Subdefensor)
Controladoria Geral - Luzemar Martins / Walter Viana Júnior (Executivo)
Comando da Polícia Militar - Cel. Euller Chaves / Cel. Washington Silva (subcomandante)

Outros auxiliares indicados:
Coordenação de Articulação Política do Governador - José Lacerda Neto
Secretaria Executiva da Casa Civil – Lúcio Flávio Vasconcelos
Secretaria Executiva Chefe da Casa Militar - Cel Fernando Antônio Soares Chaves
Geral do Corpo de Bombeiros - Cel Jair Carneiro /Denis Nery (Subcomandante)
Delegado Geral da Policia Civil - Severiano Pedro Nascimento.
Instituto de Polícia Científica - Humberto Jorge de Araújo Pontes
Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana- Daniela Vicuuna
Delegado Regional de Polícia Civil da Segunda Região (CG) - Dr. Wagner Paiva de Gusmão Dorta
Delegado Regional de Polícia Civil da Quinta Região (Patos) - Dr. Cristiano Jacques de Lima

Fonte: PBAgora

PASSAGEM; QUIXABA E SÃO BENTINHO E MAIS SEIS MUNICÍPIOS ATRASAM ENVIO DE DADOS E PODEM PERDER VERBA DO BOLSA FAMÍLIA.

Os prefeitos devem ficar atentos ao prazo, que vai até 31 de dezembro, para não perderem o direito aos recursos do Índice de Gestão Descentralizada (IGD).
Até o dia 18 de dezembro, 265 Municípios ainda não haviam alcançado o mínimo de 20% no acompanhamento da Saúde dos beneficiados pelo Bolsa Família, o que representa 4,8% do total das prefeituras.
Na Paraíba nove municípios ainda não enviaram nenhum dado do IGD e quatro enviaram menos de 20% e podem perder a verba destinada para o programa Social.
Os municípios que ainda não apresentaram nenhum dado são: Cuité de Mamanguape, Nova Floresta, Passagem, Pilões, Quixaba, São Bentinho, São José do Brejo do Cruz, São Sebastião de Lagoa de Roça e Serra Redonda.
Os quatro que enviaram menos de 20% são: Curral de Cima (9%), Santana dos Garrotes (12%), Serra Grande (19%) e Vieirópolis (5%).
A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) recomenda aos gestores que lancem os dados e não deixem para enviar na última semana.
Os Municípios que ainda não cadastraram o mínimo de 20% do acompanhamento da Saúde dos beneficiados pelo Bolsa Família devem faze-lo até dia 31 de dezembro, alerta a Confederação Nacional de Municípios (CNM).
Pelos levantamentos do programa até o dia 13 de novembro, mais de 2.000 Municípios – que representam 47% das prefeituras – ainda não haviam alcançado o mínimo das informações.
Para não perder o direito aos recursos do Índice de Gestão Descentralizada (IGD), a CNM recomenda aos gestores que lancem os dados e não deixem para enviar na última semana para evitar congestionamento do sistema.
A CNM lembra: a administração municipal que não cumprir o mínimo estabelecido pela lei ficará sem receber o IGD Saúde por seis meses.
Ao todo, 53% dos Municípios já ultrapassaram o limite do mínimo no acompanhamento das condicionalidades de Saúde e estão livres de qualquer perda do IGD. Porém, quanto maior o número de famílias acompanhadas maior o repasse para o Município.
Acompanhamento
O IGD-M é composto por quatro índices com no mínimo 0,2% de informações em cada um deles. A média mínima é de 0,55% para continuar recebendo os recursos do Índice de Gestão Descentralizada aos Municípios.
Os Municípios devem verificar se as famílias beneficiadas no Programa Bolsa Família estão regulares com a vacinação, peso e medida de altura de crianças com até sete anos.
Além disto, as gestantes de 14 a 44 anos devem estar em dia com pré-natal, com consultas do pós-parto e a participação em atividades desenvolvidas pelas equipes de Saúde local.

FONTE: PolíticaPB

APÓS DIAS SEM CONSEGUIR FALAR COM CLÁUDIO DA AGROVILA, VEREADOR EM JERICÓ, ESTE BLOG O OUVIU AGORA À TARDE E ELE FOI DIRETO E OBJETIVO: VOTO EM JOILTON.

O vereador Cláudio da Agrovila falou com o redator deste blog à tarde e disse que a presidência da Câmara de Vereadores de Jericó já está decidida: o presidente será Joilton Monteiro.
Questionado o por que, Cláudio da Agrovila disse:
"ANDRADE TINHA TUDO PARA SER O CHEFE DO LEGISLATIVO MUNICIPAL, MAS ESNOBOU OS VOTOS DA OPOSIÇÃO, JÁ QUE EU MESMO O PROCUREI E ELE DISSE QUE ANTES DE QUALQUER CONVERSAÇÃO IRIA DIALOGAR COM OS VEREADORES DA SITUAÇÃO, DEPOIS COM O PREFEITO RINALDO E DEPOIS NA TERCEIRA OPÇÃO CONVERSO COM OS VEREADORES DA OPOSIÇÃO." Isso foi o que narrou o vereador Cláudio da Agrovila. "SENDO ESTA A RECEPÇÃO DE ANDRADE, TOMEI OUTRA ATITUDE, POIS NÃO SOU VEREADOR DE TERCEIRA OPÇÃO, ASSIM DECLARO MEU VOTO A JOILTON MONTEIRO."
E disse mais: "DEPOIS DISSO JÁ RECEBI NÃO POR PARTE DE ANDRADE, INÚMERAS PROPOSTAS PARA VOLTAR ATRÁS, MAS NÃO O FAREI."
O blog entrou em contato com Andrade, por celular e o mesmo confirmou em parte:
"EU DISSE QUE IRIA CONVERSAR COM MEUS PARES DE BANCADA, INICIALMENTE, MAS JAMAIS DISSE QUE O DIÁLOGO COM OS VEREADORES DA OPOSIÇÃO FICARIA EM TERCEIRO PLANO. POSSO NÃO TER O VOTO DE CLÁUDIO, À QUEM CONSIDERO POR DEMAIS, MAS OS DOIS OUTROS VOTOS DA OPOSIÇÃO, NO CASO KADSON E DAZINHO, EU TENHO, POIS AMBOS DERAM SUAS PALAVRAS E EU ACREDITO PIAMENTE NELES."
TENHO TAMBÉM O VOTO DE DAMIÃO E DE ASSIS SINFRÔNIO, ASSIM NÃO VEJO COMO CINCO GANHAR DE QUATRO. SEI DOS VALORES DO VEREADOR JOILTON MONTEIRO E O BOM DA DEMOCRACIA É O DIREITO DE ESCOLHA. O VEREADOR CLÁUDIO RESPONDE PELO VOTO DELE, NÃO DOS OUTROS COMPANHEIROS DE BASE POLÍTICA."
No entender do blog, Andrade, por ser um homem inteligente, não cometeria esse erro, mas também não posso desacreditar da palavra do vereador Cláudio. Como todos nós cometemos deslizes, caso tenha sido essa a postura do pretende à presidência, este ato, pelo que narra Cláudio da Agrovila, considero eu de extrema infelicidade. Quem entra na política não pode e nem deve escolher voto e Andrade tem noção disso. Prefiro ver tal contenda como uma expressão mal compreendida, verbalmente falando.

CAMPANHA NA RUA: MOACIR JÚNIOR ENVIA CARTÕES DE NATAL À POPULAÇÃO DE JERICÓ. SERIA ISSO UMA CLARA CONFIRMAÇÃO DE QUE É MESMO CANDIDATO?

O empresário Moacir Júnior jogou pesado esta semana, quando enviou cartões de natal para toda a população de Jericó. É verdade que esta atitude é louvável, porém, quando se trata de políticos sendo os autores a conotação é outra.Prática comum entre deputados e senadores, o supracitado pré-postulante abusou da estratégia e com este feito, caracteriza-se como um dos prováveis candidatos para a sucessão 2012. A redação do blog procurou Moacir Júnior, contudo não obteve sucesso para saber qual o real objetivo deste ato. Vejamos como está a situação política de momento em Jericó:
NOME DA PEÇA: EU VOU CHEGAR LÁ.
ELENCO: TODOS OS PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITURA DE JERICÓ.
DURAÇÃO DA PEÇA: 18 MESES. (ATÉ AS CONVENÇÕES).

1º CAPÍTULO: SECRETÁRIO DE FINANÇAS (OU SEUS ALIADOS) DISTRIBUI ADESIVOS REFERENTE A RENOVAÇÃO EM 2012.

2º CAPÍTULO: VICE-PREFEITO DÁ ENTREVISTA A ESTE BLOG E DIZ QUE PODE SER CANDIDATO, MAS TUDO DEPENDERÁ DA BASE OPOSICIONISTA E REFORÇA QUE NÃO ALIA-SE A SITUAÇÃO.

3º CAPÍTULO: O EX-VEREADOR MOACIR JÚNIOR TAMBÉM EXPÕE SEU PENSAMENTO E COMO O VICE-PREFEITO DIZ QUE A DECISÃO SERÁ DO GRUPO, MAS EM MOMENTO FALA COMO CANDIDATO.

4º CAPÍTULO: ATITUDE DE DISTRIBUIR CARTÕES NATALINOS CONFIGURA REAL VONTADE DE SER CANDIDATO EM 2012.

5º CAPÍTULO: UM NOVO ADESIVO PAIRA SOBRE O MUNICÍPIO: O PANELÃO 2012.

Como toda novela, os próprios capítulos mostrará muito mais. É esperar...
Mas que a coisa tá fervendo, isso tá.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

CONGRESSO APROVA ORÇAMENTO DE R$ 2,073 TRILHÕES E MÍNIMO DE R$ 540,00.

Após 113 dias de tramitação, o Congresso aprovou na quarta-feira (22) o Orçamento federal para 2011 – o último do governo Lula e o primeiro do futuro governo Dilma Rousseff. O Orçamento que sai do Parlamento para sanção presidencial é R$ 25,5 bilhões superior à previsão inicial encaminhada pelo governo, e alcança a casa dos R$ 2,073 trilhões. Após as modificações feitas pelos parlamentares, os investimentos totais (das estatais e orçamento fiscal) somam R$ 170,8 bilhões, um crescimento de 7,5% sobre a proposta original.
A pedido do Executivo, o investimento das estatais teve uma ligeira mudança, de R$ 107,5 bilhões para R$ 107,4 bilhões, motivada por alterações na implantação da rede nacional de banda larga por parte da Telebras.
O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), principal carteira de projetos do governo, soma R$ 40,15 bilhões, após o corte durante a tramitação do projeto, mas o governo terá a possibilidade de elevá-lo por decreto ao seu valor inicial (R$ 43,52 bilhões).
Salário mínimo - A relatora do projeto, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), manteve o salário mínimo em R$ 540, valor acordado com o governo. O reajuste em relação ao atual (R$ 510) é de 5,9%. Caso a previsão do governo para o INPC deste ano se confirme (4,89%), o aumento real será de menos de 1%, o menor dos últimos anos.
O Executivo poderá elevar esse valor por medida provisória, sem precisar indicar a fonte que financiará o reajuste, que impacta as contas da Previdência. Com o mínimo de R$ 540, a despesa com benefícios da Previdência aumentará em R$ 366,8 milhões em 2011. A despesa geral do sistema ficará em R$ 275,5 bilhões, contra os R$ 275,1 bilhões previstos no projeto do Executivo.
Movimentação - O PAC esteve no centro de uma intensa disputa entre governo e oposição, quando foi apresentada a primeira versão do parecer final da senadora Serys Slhessarenko. O parecer autorizava o Executivo a movimentar, via decreto, até 30% dos recursos do programa. Ou seja, até R$ 12 bilhões poderiam ser alocados por decisão do governo. Dispositivo semelhante já havia constado do parecer ao Orçamento no ano passado, mas acabou saindo da lei por pressão da oposição.
Neste ano, os dois lados chegaram um acordo, que só foi celebrado na noite da quarta-feira. A nova redação permite ao governo remanejar 25% do PAC (R$ 10,04 bilhões), sendo que os outros 5% precisarão de concordância do Comitê de Acompanhamento de Execução Orçamentária, da Comissão Mista de Orçamento. Na prática, a medida não diminui a margem do Executivo, apenas exige a manifestação do Congresso para o remanejamento “cheio”. Como o governo terá maioria na comissão em 2011, não deverá enfrentar dificuldades para conseguir os 5%.
Mesmo assim, o deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), que este ano relatou as receitas orçamentárias, disse que a criação do “gatilho” de 5% satisfez a oposição e mostrou que o novo governo está aberto a negociação.
Para o líder do governo na comissão, deputado Gilmar Machado (PT-MG), o acordo atendeu aos dois lados. “Cada um saiu ganhando. O melhor é que o Congresso fez a sua parte e o novo governo assume já com um Orçamento”, afirmou.
O Orçamento aprovado prevê um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 3,927 trilhões em 2011, com crescimento real de 5,5% sobre 2010, e superávit primário consolidado de R$ 117,9 bilhões, o equivalente hoje a 3% do PIB.

BLOG DO PLANALTO DESMASCARA O GLOBO COM BALANÇO REAL DO GOVERNO.

O blog do Palácio do Planalto publicou nesta segunda-feira (20) uma coletânea de textos escritos com a colaboração de integrantes do governo, nos quais desmonta a campanha do jornal O Globo para desacreditar os avanços da atual gestão. O blog não apenas contesta os dados de um caderno especial produzido pelo jornal da família Marinho sobre os oitos anos de Lula na Presidência, como desmascara o veículo, apontando toda a sua parcialidade.
Em 28 páginas, O Globo fez, no último domingo, uma análise negativa do governo Lula, apesar dos altos índices de aprovação do presidente e de dados que comprovam as melhorias em várias áreas. Em um post com o título "Balanço da Era Lula no Globo: Olho torto entorta a vista", o blog deixa claro que as reportagens e artigos não mostraram os avanços reais do Brasil na Era Lula.
No texto, o Blog do Planalto confronta diretamente o jornal ao expor de que lado ele está: "Quem leu ou vier a ler o caderno especial do jornal O Globo sobre a Era Lula não terá dúvida: a direção do jornal, seus editores e analistas estão entre os 3% a 4% de brasileiros que consideram o Governo Lula ruim ou péssimo". O Vermelho reproduz abaixo o post do Blog do Planalto e coloca, na sequência, o link para o balanço do governo, que contém 13 textos. O primeiro já segue abaixo, no corpo do texto.

Fonte: Blog do Planalto.

DEPUTADO DEVOLVE DINHEIRO USADO EM MOTEL.


O deputado federal Pedro Novais (PMDB-MA), de 80 anos, acusado de ter utilizado verba pública em um motel, no mês de junho, afirmou ter devolvido o valor aos cofres da Câmara, nesta quarta-feira, segundo o "Estadão".
De acordo com o jornal, o deputado solicitou à Câmara o ressarcimento da despesa de R$ 2.156 no Motel Caribe, onde teria reservado uma suíte para participar de uma festa com amigos.
Novais, indicado para ser ministro do Turismo, tentou contato com a presidente eleita Dilma Rousseff para tentar explicar o ocorrido, mas não obteve sucesso. Porém, conseguiu conversar com o futuro ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, que pediu uma explicação formal para que fosse apresentada à Dilma.
Em nota, o deputado informou que sua assessoria se enganou ao incluir a nota fiscal de seus gastos no motel e negou que tenha participado de uma comemoração no local. Ainda segundo o jornal, o clima no governo de transição de Dilma é de preocupação com o futuro ministro do Turismo.

MORRE ORESTES QUÉRCIA.


Ex-governador paulista e presidente do PMDB paulista, Orestes Quércia, que morreu na manhã desta sexta, 24, às 7h40, no Hospital Sírio-Libanês, será velado no hall principal do Palácio dos Bandeirantes, às 14h, informa nota oficial do governo paulista
A cerimônia será aberta ao público até às 18 horas, depois deste horário, será restrita a familiares e amigos do peemedebista. O enterro ocorrerá amanhã, por volta das 9 horas, no Cemitério do Morumbi, em São Paulo.
A assessoria do ex-governador disse também que, desde sua última internação no hospital no final do mês passado, ele vinha se mantendo consciente e, nesta quinta, seu estado de saúde piorou.
Ainda não há informações oficiais sobre o que motivou o agravamento de sua situação e nem a causa da morte.
A mulher do peemedebista, Alaíde Quércia, e seus quatro filhos seguem no hospital Sírio-libanês para definir os detalhes do enterro.

FELIZ NATAL.

Caros amigos e leitores do blog POLÍTICAEMDIA2012:

Mensagens de Natal e Ano Novo são sempre desejos, votos, vontades que temos que o outro seja merecedor.
Particularmente, vejo datas comemorativas de forma comum. Para mim, todo dia é dia do nascimento de JESUS. Como todo dia é dia dos pais, dia das mães e outras tantas datas.
Mas como sei que poucos pensam assim, venho expressar meus desejos, meus votos, minhas vontades que sempre, independentemente de data, você, amigo e/ou leitor seja sempre abençoado pelo poder do GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO.
Felicidades sempre.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

É MUITO PUXA E ENCOLHE... ELEIÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE JERICÓ PODE TER UMA GRANDE VIRADA. NEUZIETE E ASSIS SIFRÔNIO PODEM SURPREENDER.

Terça-feira à noite, um partidário da situação de Jericó, muito próximo ao prefeito Rinaldo, encontro o presidente da Câmara de Vereadores, Assis Sifrônio, quando estava no conhecido e famoso ponto de contendas políticas, Bar de Nílton.
Este “emissário” chamou Assis Sifrônio e deu-se um recado para ligar para Rinaldo, pois havia algo à se conversar. Pouco depois, Assis voltou e afirmou que “estava tudo certo...”
No dia seguinte, um polêmico ex-vereador soube por meio de alguém que estava no citado bar e disse que o “senhor emissário” havia dito após a saída do vereador Assis, que nem Andrade, nem Joilton Monteiro haveriam de conquistar a cadeira maior do legislativo municipal, pois tudo levava à crer a resolução tinha nomes e sobrenome... Neuziete ou o próprio Assis Sifrônio.
No dia de hoje, recebi um telefonema de um vereador muito interessado na disputa para o biênio 2011/12, o qual disse que também havia tomado conhecimento deste fato...
É uma nova e importante informação, que pode ser o início da aproximação daqueles que apoiarão Maranhão, com o governador eleito RC.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

DOMÍNIO DO BLOG POLÍTICAEMDIA2012 SERÁ VENDIDO?

No dia de ontem, recebi um e-mail que expressava a imbecil ideia de um "FAKE", em sugerir-me em tom de ameaça, que o blog POLÍTICAEMDIA2012 fosse vendido. O motivo seriam as matérias que são publicadas nesta página, que não sei por que incomodam algumas pessoas.
É simples, caros amigos (inimigos), para mim, tanto faz, apenas não acessem o blog. Não contribua para que os acessos deste blog chegue ao patamar de quase 3.000 acessos neste mês de dezembro, até o dia de hoje. E olhe que ainda estamos no dia 22. São quase três mil vezes que alguém dár-se o trabalho de acessá-lo. Amigo (inimigo), repito, tanto faz, você é um extremo CABEÇA DE BAGRE. Para se ter um blog ou um site, compre um domínio e crie, aliás, pague para alguém criar para você. Por que uma coisa eu tenho certeza: pela falta de inteligência sua, creio, não tens conhecimento nem para criar algo tão simples.
A sua pergunta ameaçativa, acredito, está respondida:
"QUAL O PREÇO DESSE SEU BLOG?"
Você não tem valores suficientes para comprá-lo. Sabe por que? Por que dignidade, honradez, caráter e princípios não se compra. São elementos que nunca estiveram presentes no seu gene.
Se dinheiro, espécie lhe comprou em alguma oportunidade, que pena, amigo (inimigo), você não é igual à mim.
PT SAUDAÇÕES.

FALTA DE INFRA-ESTRUTURA TURÍSTICA ATRAPALHA CRESCIMENTO DE COREMAS.

Visitando Coremas, percebi o quanto nossa população perde oportunidades de crescer, de progredir. Uma cidade pequena, é verdade, mas como um potencial turístico imenso. O açude Coremas/Mãe d'água é um espetaculo, uma beleza feita pelas mãos do homem, mas abençoada pelo pôr-do-sol que só e unicamente o SENHOR DEUS pode proporcionar. A ponte, que lá chamam de "balde do açude", é um show, um ponto de encontro às tardes para um cooper ou uma conversa prazerosa durante a caminhada. Os bares/restaurantes na orla, reporta-nos as antigas barraquinhas da praia do bairro do Pina, em Recife, no tempo em que a Côlonia de Pescadores Z-1 era composta apenas por pescadores artesanais.
A pracinha na frente da agência do Banco do brasil, com seus quiosques e lojinhas adminículas, nos faz lembrar cidadezinhas de época, vista nas novelas da Globo. A comporta e seus bares na margem, é tão aconchegante, que se esquece até o odor que emana das águas do açude. O sítio Mãe D'água e o seu povo sempre pronto à nos atender, as pessoas nas calçadas como antigamente. Isso e muito mais me obrigou a expressar o quanto a falta de propagação e de incentivo por parte do poder público faz com que muito se perca, naquela cidadezinha.
VOCÊ PRECISA CONHECER COREMAS.

DR. RALPH DIZ O QUE MUITOS QUEREM SABER: DISPUTA A PREFEITURA DE QUIXABA?

POR DESENCONTRO, DEVIDO A FALTA DE TEMPO NO REDATOR DESTE BLOG E DO DOUTOR RALPF, ESTA MATÉRIA SERÁ VEICULADA, NO MÁXIMO, NA SEMANA QUE VEM. AGUARDEM.

EGILMÁRIO BEZERRA PODE NÃO CONCORRER A SUCESSÃO DE BETINHO, EM CACIMBA DE AREIA.

POR MOTIVO SUPERIOR, ESTA MATÉRIA SER PUBLICADA SEMANA QUE VEM. MOTIVO: DESENCONTROS ENTRE O REDATOR DO BLOG E DR. EGILMÁRIO BEZERRA. AGUARDEM.

VOCÊ SABE QUANTO GANHA O PREFEITO DE SUA CIDADE?

A grande maioria da população paraibana não sabe quanto ganha o prefeito de seu município. Os salários dos gestores municipais variam de cidade para cidade. Normalmente quanto maior o município, maior também é o salário, embora a caso em que prefeitos de cidades pequenas ganham mais do que colegas de municípios maiores e mais populosos.
O prefeito Jota Júnior, de Bayeux (região metropolitana de João Pessoa) e a prefeita de Monteiro, que fica na (região do Cariri paraibano), Edna Henrique, são os que têm os maiores salários da Paraíba, cada um ganha mensalmente R$ 15.000,00 (quinze mil reais).
Já o prefeito do município de Água Branca (sertão da Paraíba), Aroldo Firmino Batista é o que menos ganha, o salário dele é de R$ 4.000,00 (quatro mil) mensais.
Confira quanto ganha o prefeito de seu município:
Jota Júnior (Bayeux) – R$ 15 mil
Edna Henrique (Monteiro) – R$ 15 mil
Aloizio Régis (Conde), Rafael Fernandes Júnior (Cruz do Espírito Santo), Sueli Madruga (Lagoa de Dentro) – R$ 13.500.
Carlos José Castro Marques (Boqueirão) e José Lavoisier Dantas (São João do Rio do Peixe) – R$ 13.000
Marcus Odilon (Santa Rita) – R$ 12.384
João Madruga (Mataraca) – R$ 12.300
Elson Cunha Lima (Areia), Gilseppe de Oliveira Souza (Aroeiras), Vani Leite Braga (Conceição), Edilson Pereira de Oliveira (Coremas), Fátima Paulino (Guarabira), Claudino César Freire (Gurinhém), Djaci Brasileiro (Itaporanga), Celso de Morais Andrade Neto (Itapororoca), Jarbas Correia Bezerra (Livramento), Antonio Mendonça Monteiro Júnior, Bolão (Lucena), Solange Aires Guimarães (Parari), Nabor Wanderley (Patos), Thiago Pereira de Sousa Soares (Princesa Isabel), José Ferreira da Silva (São Domingos do Cariri), Domingos Leite da Silva Neto (São José de Piranhas), João Clemente Neto (Sapé), Deoclécio Moura Filho (Taperoá) - R$12.000.
João Batista Soares (Caaporã) – R$ 11.200
Francisco Andrade Carneiro (São Bentinho) – R$ 10.900
José Almeida da Silva (Cajazeirinhas) – R$ 10.800
Fábio Tyrone Braga de Oliveira (Sousa) – R$ 10.350
João Bosco Carneiro Júnior (Alagoa Grande), José Milton Rodrigues (Alcantil), Onildo Câmara Filho (Araçagi), Marta Eleonora Ramalho (Bananeiras), Luzinete Teixeira Lopes (Barra de São Miguel), Roberto Flávio Barbosa (Belém), José Renato Eduardo dos Santos (Borborema), Francisco Dutra Sobrinho (Brejo do Cruz), Severino Virginio da Silva(Caraúbas), Euda Fabiana Farias Palmeira Venâncio (Cuité), Nobson Pedro de Almeida (Esperança), Maria Cristina da Silva (Jacaraú), Bevilacqua Matias Maracajá (Juazeirinho), Antônio Maroja Guedes Filho (Juripiranga), Magno Demys de Oliveira Borges (Lagoa), Paulo Sérgio da Silva Araújo (Marcação), Rubens Germano da Costa (Picuí), Arthur BonfimGaldino de Araújo (Pocinhos), Manoel Alves Neto (Poço José de Moura),José Carlos de Souza Rego (Queimadas), José Roberto de Lima (Riacho de Santo Antônio), Magna Celi Fernandes Gerbasi (Rio Tinto), Davi Cordeiro de Oliveira (Santa Terezinha), Adeilza Soares Freire (São Domingos), José Rofrants Lopes Casimiro (São Francisco), Lúcio Flávio Bezerra de Brito (São S. de Lagoa de Roça), Francisco de Assis Melo (Solânea), Glória Geane de Oliveira Fernandes (Uiraúna), Marcos Pereira de Oliveira (Vieirópolis) – R$ 10.000
José Ademir Morais (Santa Luzia) – R$ 9.960,00
José Costa Aragão Júnior (Matinhas) – R$ 9.600,00
José Gervázio da Cruz (Caturité), Luiz Carlos Monteiro da Silva (Ingá), Antonio Gomes da Silva (Mari) – R$ 9.500,00
Edvan Pereira Leite (Boa Vista), Nilton de Almeida (Cacimbas), Leonid Souza de Abreu (Cajazeiras), Isaurina dos Santos Meireles Filha (Cuité de Mamanguape), Francivaldo Santos de Araújo (Frei Martinho), Paulo Francinette de Oliveira (Massaranduba), João Elias da Silveira Neto (Nova Floresta), Severino Pereira Dantas (Paulista), Abelardo Antonio Coutinho (Puxinanã), Luis Cláudio Régis Marinho (Remígio), Maria Auxiliadora Dias do Rego (Riachão do Poço), Jaci Severino de Souza (São Bento), Wenceslau de Souza Marques (Teixeira) – R$ 9.000,00
Antonio José Ferreira (Mogeiro) – R$ 8.500,00
Kleber Herculano de Moraes (Alagoa Nova), Deusimar Pires Ferreira (Aparecida), Adelson Gomes Benjamim (Areial), Luiz Waldvogel de Oliveira Santos (Assunção), José Alberto Dias Freire (Baía da Traição), Targino Pereira da Costa Neto (Campo de Santana), José Ardison Pereira (Carrapateira), Genilval Bento da Silva (Casserengue), Nelson Honoratoda Silva (Coxixola), Nadir Fernandes de Farias (Curral de Cima), Dilsonde Almeida (Desterro), Hercules Barros Mangueira Diniz (Diamante), Fernanda M. Marinho de Medeiros Loureiro (Emas), Juscelino Lima de Farias (Igaracy), Renato Lacerda Martins (Itatuba), José Vivaldo Diniz (Lastro), José Simão de Souza (Manaíra), Erivan Dias Guarita (Monte Horebe), José Leonel de Moura (Mulungu), Josevaldo Alves da Silva (Natuba), Inácio Amaro dos Santos Filho (Ouro Velho), Virgínia Maria Veloso Borges(Pilar), Félix Antonio Menezes da Cunha (Pilões), Geraldo Mendes da Silva Júnior (Piloezinhos), Itamar Moreira Fernandes (Poço Dantas),Marcel Nunes de Farias (Prata), Júlio Cézar Medeiros Batista (Quixaba), José Gil Mota Tito (Riachão do Bacamarte), Raimundo Antunes Batista (Santa Cruz), Elair Diniz Brasileiro (Santa Helena), Adjefferson Kleber Vieira Diniz (Santa Inês), Roberto Pedro Medeiros Filho (São João do Cariri),Eduardo Jorge de Lima Araújo (São João do Tigre), Evilásio Formiga Lucena Neto (S. J. da Lagoa Tapada), Ricardo Vilar Wanderley Nóbrega (São José de Espinharas), Severino Ferreira da Silva (Serraria), Célia Maria de Oliveira Melo (Sobrado), José Severiano P. B. da Silva (Tavares) – R$ 8.000,00.
Manoel Batista Guedes Filho (Aguiar) – R$ 7.700,00
Daniel Dantas Wanderley (Maturéia), Fenelon Medeiros Filho (Santo André) – R$ 7.500,00.
Evaldo Costa Gomes (Barra de Santa Rosa), Ricardo Jorge de Farias Aires (Cabaceiras), Hugo Antonio Lisboa Alves (Caiçara), Dimas Pereira da Silva (Cubati), Ednaldo Paulo Lino (Cuitegi), Gilberto Muniz Dantas (Fagundes), José Martinho Cândido de Castro (Gurjão), José Orlando Teotônio (Juru), Humberto Luis Lisboa Alves (Logradouro), Péricles Viana Oliveira Júnior (Mãe Dágua), José Vieira da Silva (Marizópolis),José Petronilo de Araújo (Nova Palmeira), Paulo da Cunha Torres (Riachão), José Walter Marinho Marsicano Júnior (São José de Caiana), Iracema Nelis de Araújo Dantas (São José de Sabugi), Fernando (São José dos Cordeiros), Marcilene Sales da Costa (São Miguelde Taipu), Francisco Alves da Silva (São Vicente do Seridó), Eduardo José Torreão Mota (Serra Branca), Carlos Antonio Alves da Silva(Sossego), Denilton Guedes Alves (Tenório), Itamar Mangueira de Souza(Triunfo), Antonio Fernandes de Lima (Umbuzeiro), José Ivaldo de Morais(Várzea) – R$ 7.000,00.
Antonio Justino de Araújo Neto (Dona Inês) – R$ 6.600,00
Vanderlita Guedes Pereira (Areia de Baraúnas), Alyson José da Silva Azevedo (Baraúna), José Edomarques Gomes (Bernardino Batista), José Pinto Neto (Boa ventura), Manoel Dantas Venceslau (Bom Jesus), Arlindo Francisco de Sousa (Cachoeira dos Índios), Eugenio Pacceli de Lima (Condado), Luis Alves Barbosa (Curral Velho), Maria Eleonora Soares Diniz (Damião), Ajácio Gomes Vanderley (Malta), José Antonio Vasconcelos da Costa (Pedra Lavrada), Severino Batista de Carvalho (Pedro Régis), Rinaldo de Lucena Guedes (Pirpirituba), José Rômulo Carneiro de A Neto (Pitimbu), Débora Cristiane Farias Morais (Salgadinho), Adaurio Almeida (Salgado de S. Félix), Tânia Mangueira Nitão Inácio (Santana de Mangueira), Esaú Rauel Araújo Silva Nóbrega(São José do Bonfim), Antonio Ribeiro Filho (Sertãozinho), Íris de Céu Souza Henrique (Zabelê) – R$ 6.000,00.
Isac Rodrigo Alves (Algodão de Jandaíra), Maria Aparecida Rodrigues de Amorim (São José dos Ramos) – R$ 5.000,00.
Jurandy Araújo da Silva (Vista Serrana) – R$ 4.500,00
Aroudo Firmino Batista (Água Branca) – R$ 4.000,00

Fonte: Balbino Silva/diariodobrejo.com

SECRETÁRIO DE SAÚDE TEM INTERESSE DE DISPUTAR SUCESSÃO.

MATÉRIA SENDO PRODUZIDA. AGUARDEM.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

APARENTEMENTE NÃO EXISTE MAIS "FUMAÇA BRANCA" NA OPOSIÇÃO DE DESTERRO. A "FUMAÇA" PARECE QUE ESTÁ CINZA, COM A SUPOSTA FALTA DE VOTOS DE ROSÂNGELA E VAMBERTO LEITE.

Não é seguro afirmar que a união de João leite e seu grupo com os irmãos Leite, Rosângela e Vamberto, perdure por muito tempo. Notícias dão conta que um filho de João Leite tem questiono e muito os votos que os irmãos teriam que ter dado a Ricardo Coutinho na eleição passada. Como já noticiamos aqui, a diferença entre os votos obtidos por João Leite em 2008 (2.240) e os votos de RC em 2010, (2.039 no 1º e 2.469 no 2º turnos), são muito próximos e devemos lembrar que o contingente eleitoral de Desterro aumentou entre estes quatro anos, em 132 eleitores. Assim, a razão está com o filho de João Leite. Na verdade, Rosângela não contribuiu em números no pleito deste ano. Parece que a paz e o bom relacionamento não está tão bem costurado com se pensava. A oposição de Desterro não é o Vaticano, mas que a fumaça branca está longe de sair pela chaminé dos Leites, isso está.
Por outro lado, o grupo da situação não mostra nenhum nome que possa amedrontar os contrários. Valtércio Justo, ex-secretário de finanças era um nome contados por populares, mas com seu afastamento do governo municipal por questões pessoais e profissionais, (é advogado em Patos), está caindo no esquecimento. Já dentre os secretários municipais, vejo de longe o nome do secretário de saúde, Adriano como o que reúne mais condições pela pasta que exerce. Também aparece Juza, ex-secretário de administração no primeiro mandato do atual prefeito e que segundo informações está voltando para uma outra pasta no governo Didi. Além de Zé Soares, atual secretário de controle interno da prefeitura de Desterro. Não creio que Didi coloque um vereador para ser seu candidato. Mas, onde fica ou está Padagão? É bom lembrar que Padagão em 2004, conseguiu 2.274 votos contra o atual prefeito, que ressaltar vale que seria seu primeiro mandato. Sem desgastes. A diferença foi de apenas 270 sufrágios.
Com a candidatura da reeleição e já desgastado, Didi venceu João leite por 612 votos, em 2008. Foram 2.852 contra 2.240. É recomendável que observemos estes dados.

LULA DIZ QUE PODE SE CANDIDATAR NOVAMENTE À PRESIDÊNCIA.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista a uma TV exibida na madrugada desta segunda-feira que poderá se candidatar novamente ao cargo, uma declaração que pode enfraquecer sua sucessora eleita, Dilma Rousseff.
Lula deixará o cargo em 1o de janeiro com um índice de aprovação superior a 80 por cento. Pela Constituição, ele não pôde disputar um terceiro mandato, por isso indicou sua ex-ministra Dilma.
Questionado numa entrevista à RedeTV sobre sua intenção de voltar futuramente ao cargo, Lula respondeu: "Não posso dizer que não porque sou vivo. Sou presidente de honra de um partido, sou um político nato, construí uma relação política extraordinária", disse.
Lula, de 65 anos, nunca negou totalmente a hipótese de voltar à Presidência, mas essa foi a declaração mais explícita até agora de que poderá disputar novamente o cargo.
A admissão de Lula sobre um eventual retorno pode dificultar para Dilma firmar sua imagem independentemente do presidente, que teve grande influência na eleição da sucessora.
Aparentemente ciente da repercussão que a declaração teria, Lula disse ao entrevistador: "Eu fico até com medo, amanhã alguém vai assistir à tua entrevista, e dizer que Lula diz que pode ser candidato."
Mesmo assim, ele continuou discutindo essa hipótese, e concluiu: "Vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo e, quando chegar a hora certa, a gente vê o que vai acontecer."

MAIS UM PRÉ-POSTULANTE FALA AO BLOG POLITICAEMDIA2012 SOBRE 2012.

Moacir Júnior, ex-vereador do município de Jericó e hoje empresário do ramo avícola em cidades circunvizinhas a sua terra natal, expressa seu pensamento no que diz respeito a sucessão Rinaldo.

COMENTA-SE NO MUNICÍPIO QUE VOCÊ PODE VIR À SER CANDIDATO A CABEÇA DA MAJORITÁRIA EM JERICÓ NO PRÓXIMO PLEITO. O QUE HÁ DE VERÍDICO NISSO?
Isso é verdade, mas tenho que observar que existe um bom tempo separando a data de hoje do dia 07 de outubro de 2012. Também, tenho que respeitar outros nomes que comungam este mesmo pensamento dentro do bloco oposicionista de Jericó, em disputa a prefeitura.
VOCÊ À ANOS ATRÁS APARENTEMENTE DESILUDIU-SE COM A POLÍTICA DE JERICÓ, TENDO ATÉ QUE SAÍR DO CONVÍVIO DOS SEUS ENTES E AMIGOS JERICOENSES. POR QUE ESTA VOLTA TANTO TEMPO DEPOIS?
Reconheço que entre 1996 à 2003, por não ter a experiência suficiente que a política requer, cometí deslizes por dotar muitos políticos daquela época de confiabilidade sem limites. Também, coloquei a política em primeiro lugar, acima de tudo e de todos, chegando, hoje, a achar que meu casamento era com o meio político e não com minha esposa, inclusive uma grande e bela guerreira. Esquecendo que na realidade, sem o alicerce familiar, sem a base de sustentação que é o seio da família, não se obtém nenhum sucesso, seja na política ou fora dela.
Hoje, mais maduro, mais experiente, mais estabilizado em todos os sentidos, sinto-me preparado para enfrentar não os meus conterrâneos que haverão de pleitear o mesmo cargo, mas preparado para administrar o meu município de Jericó, com a mesma determinação e garra que administro meus bens. Bens estes que não são gigantescos, mas é o suficiente para manter minha vida e de meus dependentes com dignidade e hombridade. Isso, caso seja eu o escolhido pelo grupo ao qual pertenço.
Todavia, como também, realizo um trabalho social junto a população de Jericó, independentemente da escolha que A ou B venha a fazer daqui a dois anos, entendo que todos meus amigos, todos aqueles jericoenses que tem uma melhor condição, deveriam fazer o mesmo. Isso é o que dá encorajamento para fazer mais e mais por todos.
Com relação a minha volta, quero frisar que nunca deixei minha terra. Nunca esquecí um só instante, mesmo nos árduos e difíceis momentos que passei junto com minha família, quando necessitei reconstruir tudo que o meu despreparo à época, consumiu.
NÃO SERIA ARRISCAR DEMAIS, ENFRENTAR O MUNDO POLÍTICO, COM NOVAS DIRETRIZES, BEM DIFERENTE DO QUE VOCÊ VIVEU À 05 ANOS ATRÁS?
Não. De maneira alguma é arriscar demais. Perdõe-me, mas creio que você, respeitando seu conhecimento jornalístico não entendeu a resposta anterior. Investir em meu povo, naquilo que eu gosto e sei que ajuda alguém, não é arriscar demais. A população de Jericó é muito carente e essa carência não me deixa ser egoísta. E, repito, talvez você não tenha entendido, não vou arriscar demais. Neste tempo distante da política de Jericó e não da cidade, à qual nunca fiquei mais de dois meses sem visitá-la, mesmo nos tempos de dificuldades, eu me aperfeiçoei como pessoa, como político e como empresário. Ví e a própria vida se encarregou de me mostrar que tudo na vida tem regras e até na política é necessário respeitá-las. Mas, como creio piamente no destino, não sei por que e por qual motivo, administrar Jericó faz parte da minha trajetória e acredito que a vez chegou, respeitando a escolha dos meus pares de coligação.
O FATO DE VOCÊ TER VOTADO COM A SITUAÇÃO POR DUAS VEZES, EM 2004 E 2008, NÃO SERÁ OBSTÁCULO PARA A ACEITABILIDADE DO RESTANTE DO GRUPO OPOSICIONISTA, EM APONTAR-LHE COMO O CANDIDATO EM 2012?
Muitas vezes a vida, o momento nos impõe situações. Por muito tempo, antes de votar na situação, levantei a bandeira de forma severa contra aqueles que estavam no poder e quando necessitei realizar uma única viagem, fui cruelmente "fritado" para compor a chapa majoritária, mas mesmo assim ainda votei com meus correligionários. Em 2004, mas uma vez se excluiram de qualquer pretensão que eu tivesse. Então respondo sua pergunta com outra pergunta: isso é uma justificativa plausível para ter mudando naquele tempo?
MAS QUAL A POSSIBILIDADE DE UMA NOVA MUDANÇA DE SEU PENSAMENTO, COMO EM 2004?
Com frisei em resposta anterior, em 07 anos afastado dos quadros políticos de Jericó, o amadurecimento me proíbe de cometer o mesmo erro.
QUAL A SUA OPINIÃO À CERCA DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE JERICÓ?
Um homem que tem a imensa capacidade de administrar uma empresa do porte da iquine, administrar Jericó é, fazendo uma comparação, algo fácil. Jericó clama apenas e tão-somente por oportunidades, por geração de emprego e renda, por melhores condições de vida dos menos favorecidos. Rinaldo tem essa condição administrativa, entretanto, abdicou-se de realizar um trabalho amplo e modelo para toda a região. Sei que essa era a meta inicial dele, porém, não sei o porque de não ter sido implantado.
COMO VOCÊ VER A SITUAÇÃO QUE INSTALOU-SE NA ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA, PARA 2011/12?
Como todo processo democrático e de direito, a disputa é salutar. Mas o nome de Andrade, hoje reune as melhores condições para gerir o poder legislativo municipal. A eleição de Andrade, diante do quadro político, deveria ser até mesmo uma chapa única, sem concorrentes. É impossível falar na história de Jericó, sem citar o nome Antônio Andrade de Freitas, inclusive a casa legislativa leva o nome deste vulto jericoense e nada mais justo que Antônio Andrade Filho ser o gestor e honrar o nome do seu genitor. Não quero dizer com isso, que Joilton Monteiro ou qualquer outro vereador não tenha preparo ou merecimento, mas o instante requer Andrade à frente da câmara de vereadores de Jericó. Isso não por imposição e sim por uma questão de justiça.
HOJE, JERICÓ PRESENCIA MUITOS NOMES PARA A SUCESSÃO DE RINALDO. QUAL SUA POSIÇÃO NO TOCANTE A GILDO FRANKLIN, NETO, VALDERLÂNIA E JOSÉ DE LEOPOLDO?
Bem, nunca Jericó esteve tão bem servido de figuras que possam governar nossa cidade. Mas já que essa sabatina pede analise por nome, vejamos:
Gildo Franklin quando vereador, exerceu o verdadeiro papel de legislador. Sempre desenvolvendo um papel de destaque na bancada. é um homem de bem e que engrandece em muito qualquer ala partidária.
Neto, é perpétuo secretário de finanças e isso por si só já o credencia para administrar o município. Apenas deve-se observar o instante certo, na hora certa e acompanhado das pessoas certas, para que possa ter o êxito necessário.
Valderlânia, tem duas derrotas consecutivas. Isso já é desgastante, mas tem um bom nome, ajuda a administrar o vizinho município de Jericó e a população é quem deve analisar melhor.
José de Leopoldo, diferente dos demais, já teve duas oportunidades e o povo tem condições de expressar o nível de administração que Jericó teve por 08 anos. Resta saber se o mesmo teria a disposição de realmente governar. Se ele seria o verdadeiro gestor.
Quero aproveitar o ensejo e pedir sua licença, para desejar um natal repleto de felicidades para você e sua equipe de trabalho, para todos meus amigos e que todos os lares jericoenses sejam invadidos de benção que só e unicamente o GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO pode propocionar.

VEJA QUEM SÃO OS NOVOS SECRETÁRIOS DO GOVERNO

RC descarta Roseana Meira e escolhe cardiologista Dr. Mario Toscano para Saúde; Cananéa fica na Educação e Cida Ramos na Ação Social
Mais uma vez inovando, o governador eleito Ricardo Vieira Coutinho (PSB) voltou a cumprir com a palavra e divulgou, via twitter, na tarde desta segunda-feira (20), os nomes dos Secretários e auxiliares que ficarão responsáveis, pelos próximos quatro anos, pelas Secretarias de Saúde, Desenvolvimento Humano e Educação.
SURPRESAS: o primeiro a ser anunciado foi o Secretario Estadual da Saude, Dr Mario Toscano, cardiologista. A Secretaria Executiva ficará sob a responsabilidade de Dr Waldson de Souza, cirurgião dentista. Com a escolha, cai por terra toda a especulação feita pela imprensa sob a possibilidade da atual Secretária de Saúde de João Pessoa, Roseana Meira, assumir o posto.
Educação:
A Secretaria de Educação ficará a cargo do professor Fernando Abath Cananéa. Como Secretaria Executiva foi escolhida a professora Marcia Lucena
Desenvolvimento Humano:
Na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Humano ficará a professora Cida Ramos, atual diretora do CCHLA. Na Executiva da pasta ficará ex-deputada Edina Wanderley, esposa do deputado tucano Dinaldo Wanderley.
Às 15 horas, o governador eleito fará a apresentação publica e presencial de toda a equipe social
A entrevista do Governador eleito Ricardo Coutinho (PSB) para anunciar oficialmente os novos secretários de Saúde, Educação e Desenvolvimento Humano do Estado, será concedida direto do escritório de transição, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, e vai ser transmitida via internet, a partir das 15h pelo endereço: http://www.ativawebgroup.com/transicaopb/ .
Ricardo Coutinho deve concluir até o dia 25 a escolha da equipe de auxiliares do primeiro escalão do novo governo.

MORRE EX-PREFEITO DA CIDADE DE SÃO JOSÉ DE PIRANHAS.

O ex-prefeito de São José de Piranhas, no Sertão do Estado, Deuzimar Cavalcante,de 85 anos, morreu neste domingo (19). Ele estava internado no hostipal da capital cearense há alguns dias e morreu vítima de parada cardiorespiratória.
De acordo com informações do Portal Diário do Sertão, o prefeito estava residindo em Fortaleza. Os familiares do ex-prefeito informaram que Deuzimar faleceu na madrugada deste domingo, após complicações em seu estado de saúde e por não resistir a uma parada cardíaca.
O sepultamento do ex-prefeito aconteceu nesse domingo no Parque da Paz, em Fortaleza-CE.
Ele administrou a cidade de São José de Piranhas por dois mandatos. Deuzimar deixou a esposa, Terezinha Holanda, e cinco filhos.

Fonte: Diário do Sertão.

NOME COTADO PARA DISPUTAR A PREFEITURA DE JERICÓ, EM 2012, NETO PREFERE NADA DIZER À CERCA DA SUCESSÃO.

O redator deste blog, conversou com o secretário de finanças do município de Jericó, Neto, pré-candidato ao pleito de 2012. De forma muito precavida, questionado sobre os temas, Neto disse:
QUAL A VOSSA POSIÇÃO NO QUE DIZ RESPEITO A SUCESSÃO 2012? É MESMO CANDIDATO?
Bem, tudo ocorrerá no seu tempo certo. As decisões serão tomadas no momento ideal.
MAS EXISTEM ADESIVOS QUE TÃO CONTA DE SUA CANDIDATURA EM 2012?
Estes adesivos não foram confeccionados por mim. Nasceu do povo, povo esse que pensa em alavancar meu nome para disputar a eleição em Jericó.
SE ESSES ADESIVOS NÃO SÃO IDEIA SUA, POR QUE VEICULAM EM CARRO E PORTA DE RESIDÊNCIA?
Eu não posso simplesmente mandar arrancar estes adesivos. É uma posição de algumas pessoas. Não refletem na realidade o meu pensamento em propagar minha candidatura. Um candidato só tem legitimidade quando esse querer vem no povo. Se esse povo quiser, meu nome estará exposto para apreciar. Isso é o que tenho à dizer.
ESTE CITADO ADESIVO DIZ QUE É NECESSÁRIO "RENOVAÇÃO". ISSO NÃO É UMA PROVA CABAL QUE A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL NECESSITA DE MUDANÇAS, QUE ALGO NÃO ESTÁ LEGAL?
Não, de maneira nenhuma. O termo renovação, no meu entender quis dizer renovação de nomes na política. Não refere-se a administração que ao meu ver é digna de louvores.
MAS À PARTIR DO MOMENTO QUE VOCÊ EXPRESSA QUE O TERMO "RENOVAÇÃO" NÃO QUER DIZER ISSO OU AQUILO, NÃO TEM CONOTAÇÃO DE QUE VOCÊ É O MENTOR DESTA PUBLICIDADE?
Amigo, essa expressão deu-me à entender que é renovação de nome, apenas isso. Eu estou dizendo que eu, Neto, entendi assim. Porém, se alguém entendeu diferente é um direito de cada um.
NOTA-SE QUE VOCÊ NÃO QUER EXPRESSAR SUA POSIÇÃO. ISSO É UMA ESTRATÉGIA?
Eu já disse que tudo terá seu tempo certo. Expressar alguma posição diante da situação é se precipitar demais. Vamos aguarda os acontecimentos.

Nada mais tendo à relatar, o secretário de finanças do município preferiu encerrar nossa conversa.

domingo, 19 de dezembro de 2010

PREFEITO DE MATURÉIA, DANIEL DANTAS AFIRMA QUE MANTÉM-SE NA OPOSIÇÃO AO GOVERNO RC.

O prefeito de Maturéia, Daniel Dantas, disse ao redator deste blog, que diferente de outros gestores, mantém-se na oposição ao governo Ricardo Coutinho, porém, fez questão de frisar que esta posição resume-se tão somente à questão política partidária, mas que em termos administrativos está aberto ao diálogo, até por que é prefeito de um município paraibano e Ricardo é governador de toda Paraíba.
Daniel Dantas é irmão do atual presidente da INTERPA, Álvaro Dantas, que cogita-se pode compor chapa na majoritária em Teixeira, onde já foi vereador.
Daniel possivelmente terá pela frente uma dura batalha para administrar o município, já que foi ferrenho adversário do candidato do PSB no pleito de 2010. Entretanto, já que Ricardo diz que irá governar para todos paraibanos, isso pode até ser bem coordenado por ambas as partes.

sábado, 18 de dezembro de 2010

JUVENTUDE DE DESTERRO CLAMA POR UM NOME NOVO PARA A DISPUTA DE 2012.

Hoje, em conversa com alguns jovens de Desterro, o redator deste blog ouviu dos mesmos a necessidade do surgimento de um novo nome para disputar a prefeitura daquele município. Muitos dos presentes neste diálogo, ouvi citarem o nome de um secretário municipal que é uma grande novidade no cenário desterrense. Na realidade, não tem muita expressão política, mas conforme o relato destes jovens, seria uma grande "jogada" e a única chance do prefeito Didi fazer o sucessor.
Reconheço que é uma imensa surpresa e que não vejo possibilidade do prefeito acatar esta sugestão. Mas como se diz em política, o "dinamisno" pode fazer coisas que não se espera. Só para criar uma certa curiosidade, esse secretário foi intitulado por este grupo de jovens como "SECRETÁRIO DO POVÃO". é mole ou quer mais?

DEPUTADOS CUSTAM 30,8 MILHÕES NA PARAÍBA.

Com o aumento salarial de 61,8% que vai vigorar a partir de 1º de fevereiro de 2011, cada um dos 36 deputados estaduais da Paraíba custará, em média, R$ 66 mil por mês aos cofres públicos, incluindo verbas para assessores e indenizatórias. Juntos, os 36 custarão R$ 2,376 milhões por mês. No ano, o custo com os 36 será de R$ 30,888 milhões, já com o 13º salário.

Hoje, cada deputado tem salário de R$ 12,4 mil (valor bruto) em contracheque. Além disso, cada um recebe R$ 32 mil para contratação de assessores e R$ 14 mil da chamada verba indenizatória, que totalizam R$ 58 mil. As verbas indenizatórias são destinadas ao pagamento de despesas com telefone e correspondências, entre outras.
A partir de fevereiro do próximo ano, se não houver elevação nas verbas de gabinete e de indenização, o valor total será de R$ 66 mil para cada um. Nenhum deputado quis falar sobre o assunto ontem. Mas alguns deles confirmaram os valores em off. Ou seja: não quiseram assumir publicamente as informações.

O reajuste de 61,8% foi aprovado no Congresso Nacional para deputados federais e senadores, mas será estendido aos deputados estaduais da Paraíba, do Distrito Federal e dos outros Estados. Por lei, os deputados estaduais recebem até 75% do que ganham os deputados federais. E geralmente as assembléias aplicam o índice máximo de 75% de reajuste.

Através de uma resolução, a atual Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba deve fixar o novo salário e submeter à aprovação do plenário na próxima semana, antes do início de recesso, para vigorar no próximo ano. Isso significa que metade dos futuros parlamentares estaduais (a grande maioria eleita para primeiro mandato) estreará no “profissão” de deputado com um aumento generoso de salário.

Na Câmara, os deputados federais custarão R$ 125 mil por mês, em média. Eles têm algumas regalias que não são dadas pelas Assembleias, como auxílio moradia de R$ 3 mil. Na Asembléia da Paraíba, os deputados não têm auxílio-moradia, mas desfrutam de outros benefícios.
Além do valor destinado à contratação de pessoal, todos os deputados indicam cabos eleitorais, assessores e até parentes que são colocados na folha de pagamento da Assembleia.

Fonte: Correio da Paraíba

TIRIRICA CHEGA EM BRASÍLIA E JÁ FESTEJA REAJUSTE.

Numa daquelas coincidências repletas de simbolismos, Tiririca, personagem que zombou da classe política no horário eleitoral gratuito - quando disse que não sabia o que fazia um deputado e afirmou que "pior do que tá não fica" - chegou à capital no dia em que o reajuste salarial dos parlamentares foi aprovado. "Cheguei com sorte. Graças a Deus foi aprovado, acho justo", disse o palhaço. Escolhido por 1,3 milhão de pessoas para representar São Paulo na Câmara, ele acha que a votação lhe dará "moral" na Casa.
Em passagem relâmpago por Brasília, Tiririca deixou a peruca e o chapéu para trás, trocou o figurino de palhaço pelo terno e gravata, fantasiou-se de político e enfrentou o assédio da imprensa e do público na sua primeira e tumultuada visita ao Congresso.
A prioridade de seu mandato será a área de Educação, assunto que o perseguiu após a eleição, quando teve de comprovar que não era analfabeto.
Tiririca prometeu se ajustar à rotina legislativa, cujo expediente semanal geralmente se resume a três dias: de terça a quinta.
"Vai ser assim mesmo. Na sexta, estarei na base". Base? "É, base", respondeu.
A carreira de humorista não deve ser abandonada, já que pretende conciliar o expediente na Câmara com o papel de Tiririca. "Não vou abandonar o Tiririca".
Durante o périplo pelo Congresso - foi à Comissão de Educação, ao plenário da Câmara, à liderança do PR, ao plenário do Senado, aos gabinetes dos senadores Alfredo Nascimento e Magno Malta -, o campeão de votos causou frisson.
Tiririca posou para fotos, cumprimentou populares (teve um que apareceu com peruca à Tiririca), foi assediado por funcionárias de limpeza mais desinibidas, mas recusou-se a cantar Florentina. "Só com cachê", disse.
Quando o assunto foi a pauta legislativa, o deputado eleito silenciou. Legalização de bingos? Reajuste de salário mínimo? Código Florestal? Tiririca não quis comentar.
Para a assessora jurídica Gláucia Brito, que acompanhou parte do frenesi, o circo vai estar montado em 2011. "Antes já era protótipo de circo, agora é que vai ficar armado mesmo", afirmou.
No horário eleitoral, Tiririca perguntava: "O que é que faz um deputado federal? Na realidade, eu não sei. Mas vote em mim que eu te conto". A expectativa é saber se ele cumprirá a palavra. Daqui a quatro anos, terá algo a contar?

POLÍTICOS DE COREMAS, SÃO BENTINHO E JERICÓ AGENDAM CONVERSA COM DEPUTADO FEDERAL. ASSUNTO: INGRESSO NO PARTIDO.

Alguns políticos de Jericó; Coremas e São Bentinho, devem se encontrar com um determinado deputado federal ainda este ano. Este encontro deveria ser neste fim de semana, porém, com a diplomação não houve tempo suficiente. Até outros encontros previamente agendados, tiveram que ser remarcados. A secretária do escritório de representação deste deputado em João Pessoa, ficou de definir uma outra data para a semana que vem, já que até o dia 23 de dezembro, quando encerra-se os trabalhos legislativos na câmara dos deputados, não será possível. Articulações dão conta que nos municípios supracitados a legenda em tela receberá um apoio de peso e o mencionado deputado federal já oferecera o partido para um dos políticos que farão parte deste encontro.






A fonte que repassou-me esta mensagem em primeira mão, também será um dos integrantes da "comitiva" que fará parte deste encontro. Esta semana, provavelmente muita surpresa trará para estes municípios.

WELLINGTON PIRES INICIA VISITA À CATINGUEIRA E CONTERRÂNEOS QUE RESIDEM EM PATOS.

O empresário Wellington Pires, virtual candidato a prefeitura de Catingueira em 2012, está na região e começou uma série de visitas junto a amigos que residem em Patos, mas votam em Catingueira. Hoje, Wellington foi visto no mercado público de Patos e segundo seu primo, Humberto pires, o mesmo haveria de ír a sua terra natal para encontrar aliados e simpatizantes do seu nome para a sucessão de Edvan. A disputa em 07 de outubro de 2012 promete ser difícil para quem arriscar concorrer e é provável que haja três postulantes, sendo o candidato da situação, Dr. Odí e Wellington Pires. Afirmo três nomes por que não acredito que Edvan apoie Dr. Odí e não apoiando-o, o médico não abre mão da cabeça na majoritária.

MAIS UMA CIDADE TERÁ SUA POPULAÇÃO QUESTIONADA SOBRE A ELEIÇÃO 2012.

São bentinho receberá esta semana uma equipe de pesquisadores que aplicarão 256 questionários referentes a sucessão 2012. Dentre os nomes questionados, estão o do empresário Batistinha; do ex-secretário de finanças, Naldo de Titico, do ex-prefeito Ivan Olímpo e mais dois nomes que não são do conhecimento da fonte que repassou-me esta informação.
Esta é a quarta pesquisa de opinião pública ocorrida no município, no prazo de 01 (um) ano.
É a preparação para a eleição de 2012.

PRESIDENTE DO LEGISLATIVO JERICOENSE REAFIRMA APOIO À ANDRADE PARA O BIÊNIO 2011/12.

O presidente da Câmara de Vereadores de Jericó, confirmou que haverá de votar em Andrade para sua sucessão. Assis Sifrônio foi procurado por vezes por este blog, mas seu telefone sempre estava "fora da área de cobertura" ou "desligado". Esta informação foi repassada por um amigo do presidente à pouco. O informante disse também que Assis deslocou-se até João Pessoa, para o aniversário de Arthur Cunha Lima. Importante este vereador...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

MORRE EM JOÃO PESSOA EX-PREFEITO DE CAJAZEIRAS, EPITÁCIO LEITE.

Faleceu hoje, sexta-feira(17), no Hospital Samaritano em João Pessoa, o ex-prefeito da cidade de Cajazeiras-PB, o médico Epitácio Leite Rolim, vítima de um câncer no intestino.Há mais de um ano Epitácio vinha sofrendo e lutando contra a doença.
Epitácio Leite Rolim nasceu em Cajazeiras no dia 27 de abril de 1929, era médico e político.
Durante 50 anos de vida pública, assumiu importantes cargos públicos, foi prefeito de Cajazeiras por três ocasiões, e uma vez prefeito de Cachoeira dos Índios, ele também foi deputado estadual por duas vezes e secretário de saúde do Estado.
Era casado com a ex-deputada Maria do Rosário Gadelha Sarmento Leite (Zarinha), com quem teve dois filhos: Epitácio Leite Rolim Filho e Patrícia.

Fonte: CZAgora.

LUIZ COUTO LAMENTA AUMENTO DO SALÁRIO DE DEPUTADO E TEME POR "EFEITO CASCATA".

Parlamentar faz parte de uma minoria que votou contra o aumento do próprio salário.

O deputado federal Luiz Couto (PT) criticou nesta quinta-feira (16) a decisão tomada ontem pelo Congresso Nacional de aumentar em mais de 60% os próprios salários dos parlamentares. Couto, que foi um dos dois únicos parlamentares paraibanos contrários à medida (o outro foi o deputado federal Major Fábio), lamentou que verbas que deveriam ser destinadas a áreas como saúde e educação acabassem desviadas para o pagamento dos salários de parlamentares.


Ele diz que teme pelo “efeito cascata” que a decisão vai provocar, já que segundo ele todas as assembleias legislativas e todas as câmaras municipais reajustam os salários de seus deputados e vereadores proporcionalmente com o reajuste do Congresso Nacional.

“Isto vai provocar um prejuízo ainda maior quando todas as casas legislativas do Brasil seguirem o exemplo”, lamentou.

Luiz Couto disse que defendia um aumento que respeitasse apenas o índice da inflação no período, para evitar apenas que houvesse “perda salarial”, mas que a grande maioria dos parlamentares discordou desta tese.